0

Empresa holandesa fornecerá coletes mais modernos para policiais brasileiros

A holandesa DSM Dyneema, participante da feira de armamentos LAAD, anunciou hoje em entrevista à Sputnik a assinatura de dois acordos para fornecer coletes à prova de bala mais modernos para forças de segurança pública do Brasil.


Os contratos, firmados na verdade pela sua parceira CBC (Companhia Brasileira de Cartuchos), preveem a entrega de 10.895 coletes para a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e 11.581 para a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), todos equipados com a tecnologia Dyneema, considerada a fibra sintética mais resistente do mundo. 


De acordo com o líder global de proteção balística da DSM Dyneema, Marcio Manique, os produtos da empresa, escolhidos através de licitação, se destacaram dos concorrentes que participaram do pregão principalmente por seu peso, já que são mais leves que os demais, e pela flexibilidade na aplicação. Manique explica que o material para fabricar os coletes serão produzidos no exterior e enviados para o Brasil, onde a CBC ficará encarregada de fabricar os equipamentos em si. 


"O nosso colete é 20% mais leve do que os coletes que estavam sendo ofertados até o momento", disse ele, acrescentando que há ainda outros produtos até 50% mais leves, mas que ainda não receberam a licença necessária das autoridades nacionais para serem comercializados no Brasil. 


Segundo informações do Ministério da Justiça, o contrato da PRF com a CBC (UASG 20019 e Pregão 142016), que inclui coletes e capas, tem valor aproximado de R$ 13,4 milhões. Já o da PMDF (UASG 926016 e Pregão 142016) foi orçado em pouco menos de R$ 11,9 milhões

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.