> Lenha na fogueira!!! - BLOG DO HALK

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Lenha na fogueira!!!

Márcia de Alencar disse que agentes e delegados não fariam falta no trabalho de segurança dos Jogos Olímpicos

Crise na segurança pública: Momento crítico nas forças policiais

POR ANA MARIA CAMPOS - CORREIO BRAZILIENSE - 04/08/2016 - 07:31:10
A crise na segurança pública atingiu o momento mais crítico desde que o governador Rodrigo Rollemberg assumiu o poder, com riscos de confrontos perigosos entre policiais civis e militares nas ruas de Brasília. O embate é evidente nas redes sociais, nos bastidores e revelados abertamente em reuniões. PMs atacam policiais civis e vice-versa e as duas corporações criticam a secretária de Segurança e Paz Social, Márcia de Alencar. Uma nota do Governo do DF no início da noite de ontem deixou a situação ainda mais tensa. O texto reconhece, mesmo que indiretamente, que policiais e bombeiros militares passaram a reivindicar reajustes salariais a partir da negociação deflagrada pelo GDF com os sindicatos da Polícia Civil, sem condenar essa postura. Pela nota, o governo também retira a proposta de reajustes por conta da alegada radicalização de policiais civis. Na categoria, foi uma demonstração de que Rollemberg sempre cede à PM em detrimento dos colegas nas delegacias. Na avaliação de representantes de todas as forças, quem comanda a segurança pública é o coronel Cláudio Ribas, chefe da Casa Militar. E ele tem lado: a Polícia Militar.

Do lado dos colegas





A nota do Governo do DF foi respondida com uma manifestação da direção-geral da Polícia Civil também por escrito. O recado foi de respeito à decisão dos servidores da instituição, deliberada em assembleia, de paralisar suas atividades por 48 horas, mesmo sem encerrar o diálogo com o governo. Em outras palavras, Eric Seba deixou claro que não vai tomar partido contra sua classe.





Pressão total

Entre integrantes da direção-geral da Polícia Civil, já se fala em demissão coletiva nos cargos de comando, caso Eric Seba deixe o governo. Nas reuniões da PCDF, ele sempre defende o ponto de vista do governador Rodrigo Rollemberg, mas tem sido pressionado pelos colegas, principalmente pela avaliação interna de que a PM tem invadido o trabalho de policiais civis em investigações importantes e agora atrapalha também a campanha salarial.

Esquentando a crise

Em meio ao acirramento do debate da campanha salarial dos policiais civis, a secretária de Segurança Pública e Paz Social, Márcia de Alencar, jogou gasolina na fogueira. Em duas reuniões, no início da semana, ela disse que agentes e delegados não fariam falta no trabalho de segurança dos Jogos Olímpicos porque essa atribuição é da Polícia Militar. Como consequência, agentes do Departamento de Operações Especiais (DOE) e da Divisão de Operações Aéreas (DOA) se retiraram ontem do trabalho nos hotéis onde estão alojadas as delegações estrangeiras que vieram para as partidas de futebol.

Tiros no Buriti

O tiroteio da segurança pública não é o único. O governador Rodrigo Rollemberg decidiu abrir um canal de negociação com a Polícia Civil contra a recomendação da Secretaria de Fazenda e dos técnicos em orçamento que temem um colapso financeiro. Um dos defensores da abertura do diálogo é o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, mas a posição dele tromba com a do chefe da Casa Militar, Cláudio Ribas, segundo a qual a PM precisa também ser contemplada. Um aumento para todas as forças de segurança inviabiliza o debate. É abraço de afogados.

17 comentários:

  1. Minha opinião simplista desse entrevero existente entre as duas polícias (Civil e Militar) é que se existe um fundo constitucional para atender demandas diversas, não há qualquer motivo que justifique tamanha tolice de governos que anunciam aos quatro cantos a falsa informação de que não há nenhuma viabilidade financeira para o reajuste nos subsídios ou nos soldos dos agentes de segurança públicado Distrito Federal.

    ResponderExcluir
  2. Só falou a verdade. Hoje a civil para e ninguém sente falta. PCDF a 17° colocada na resolução de crimes. Podem continuar ninguém sente falta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega,respeite a PCDF!Eles estão querendo o que é justo!Nós PMDF não podemos lutar por nossos direitos, pois somos escravos legalizados!A democracia não chegou para nós!

      Excluir
    2. Essa mulher não tem respeito com as forças policiais!Só respeita vagabundo! aquela vez disse que aquele meliante era vítima da sociedade! quem planta, colhe!

      Excluir
  3. Felizmente, a maioria dos Policiais Militares, que são responsáveis, não entram nesse joguinho de "guerra". As polícias merecem respeito, hoje ela falou da Civil.

    ResponderExcluir
  4. Eu quero que a PC receba aumento sim. Porque daí podemos buscar também. Não podemos é barrar

    ResponderExcluir
  5. Eu quero que a PC receba aumento sim. Porque daí podemos buscar também. Não podemos é barrar. Parabéns ao militares não entram nesse joguinho infrutífero e desgastante. Polícia é polícia

    ResponderExcluir
  6. Eu também acho que tem que respeitar a Polícia Civil, mas hoje fiquei com vontade de dar na taba de um Policial Civil que com todo o sarcasmo do mundo me disse pra eu ir registrar ocorrência com a Secretária de Segurança. São uns covardes. A gente fica dando o sangue na rua pra esses balconistas ficarem na sombra e a gente ralando nas ruas. A gente faz a maior parte do serviço desses sanguessugas... é local de crime, é carro recuperado, é diligência e por aí vai. Chegaaaaaaa!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos que respeitar a greve deles, colega! nem todos são assim! temos muitos pc gente boa! verdadeiros colegas! No nosso meio temos também covardes!

      Excluir
    2. Colega, tem muitos pc que sabem que estamos nas ruas protegendo eles e suas famílias!

      Excluir
  7. Sou Policial Militar e acho que Polícia é polícia, não importa se militar ou civil. A revindicação salarial é justa. Não entremos em guerrinhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom colega, a nossa briga é com os bandidos, a imprensa, a nossa própria instituição (injusta nas promoções), com este governo, que somos cabos eleitorais 24h, contra ele!Com a justiça que acha que o meliante é vítima da sociedade!, Com os direitos humanos para humanos errados! Emfim, o que não falta é problemas e armadilhas contra o policial brasileiro, que vive em constante guerra urbana!

      Excluir
  8. Espero que consigamos, espero também que toda PM também receba, em especial os praças.
    O Governo vai iniciar esse "joguinho" querendo colocar uma instituição contra a outra. Daí ele vai falar que não da pra atender. GDF bandido. Assim que sair algo pra PC, irá sair algo pra PM. Vamos nos apoiar.
    FRANKLIN-PCDF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem, colega franklin! O que a PC está pedindo é mais do justo! O injusto aqui é este governo socialista! Sou pm e apoio totalmente a PCDF! A PCDF deve ser respeitada! Espero que logo a Gloriosa PC dê a resposta para esta mulher despreparada!

      Excluir
  9. Essa declaração da secretária só mostra o despreparo para está a frente qualquer órgão público.

    ResponderExcluir
  10. Espero sim, que is irmaos da PCDF, consigam seus pleitos, e essa secretaria de deseguranca, nao e e nao sabe o que e ser policial, foi un tiro no pe do DF. Respeito a PCDF, e repugno a merda que essa secretaria falou dos irmaos da PCDF. Amanha, e a PMDF que ela vai defamar. Estou com os colegas da PCDF.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa ser interpretado como crime militar ou comum. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial