PEC 198


Cabo Sabino apresenta PEC que estabelece “porta única” de ingresso nos corpos de bombeiros e nas policias militares
O deputado federal Cabo Sabino (PR-CE), atendendo sugestão do Fórum Nacional Permanente de Praças dos Corpos de Bombeiros Militar e das Polícias Militares do Brasil – FONAP, apresentou à Câmara dos Deputados, Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que propõe um novo modelo de organização da carreira dos policiais e bombeiros militares em todo Brasil. A ideia da proposta é estabelecer um modelo único de carreira nas corporações em todo território nacional, aproximar praças e oficiais, e fortalecer as instituições com ganho substancial à sociedade.
A PEC estabelece que para ambas as corporações, o ingresso inicial seja dado no cargo de soldado, exceto médicos, dentistas, farmacêuticos, veterinários e capelães, que exigem formações específicas. A carreira será estruturada em graus hierárquicos, considerada como típica de estado, especializada em grau de complexidade técnica e de nível superior.
A proposta legislativa determina ainda que o acesso gradual e sucessivo à hierarquia das corporações, por meio de promoções, possa encerrar no último nível da carreira, que é o de coronel. Para o autor da PEC, deputado Cabo Sabino, as instituições militares estaduais possuem notória importância para a segurança pública brasileira.
Leiam a proposta acessando o link abaixo:
http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=783C0573911523FBAFDA0089D621F6CF.proposicoesWeb2?codteor=1445639&filename=PEC+198/2016

6 Comentarios "PEC 198"

  1. B DIA. UMA IDEIA MUITO BOA P NOVA GERAÇAO DE P MILITARES NO BRASIL,AGORA TEM QUE SER RESPEITAAS TODAS PRERROGATIVAS QUE FORAM CONQUISTADAS AO LONGO DO TEMPO E NAO SE PODE DE UMA HORA P OUTRA SURRUPIAR O DIREITO DAQUELES QUE ESTAO INDO P RESERVA PELA PORTA DOS FUNDOS PORQUE SABEM NOSSAS LEIS SAO INCONFIAVEIS.UM EXEMPLO DISSO FOI A NOSSA PERCA DE PATENTE AO IRMOS P RESERVA.

    ResponderExcluir
  2. Falam mal mas todo mundo quer ser oficial...hehehe..dá até música...hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. O sonho do praça é ser oficial e o sonho do oficial é ser delegado, detalhe, sem estudar.

      Excluir
    2. Exatamente, sem estudar...hehehe...sem estudar pra ser oficial...hehehe...estrelas caindo do céu enquanto tomam uma pinga e um ciscador no Céu (Azul)...hehehe...Oh tempo bom aquele que a ascensão se dava pela meritocracia aferida pela seleção intelectual...menos cabeças-de-bagre comandando...hehehe...comandando guarda, guarnição...hehehe...cuidado com o que pede...hehehe...

      Excluir
  3. A questão não é que todo mundo que ser oficial. Todo mundo que respeito e progressão na carreira e o oficialato é uma progressão. Toda empresa que se preze existe a progressão como forma de incentivo e até mesmo de manter os funcionários na empresa. É uma conquista praças e oficiais para a população não importa que solicita a polícia quer ver o policial. Já o bandido viu a farda vai meter bala, não quer saber qual a graduação. Logo, essa divisão é uma questão interna da caserna. Portanto, nada melhor do que todos participarem do bolo. Seria uma polícia mais unida e todos brigariam pelas mesmas causas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não concordo. Todo mundo quer percorrer o caminho mais fácil e obter os melhores resultados. Querem fazer prova de agente e virar auditor, estudar pra analista e receber como especialista, prestar "concurso" pra praça e virar oficial. A porta ta aberta, só é estudar e passar. Se fez pra praça será praça.

      Excluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa ser interpretado como crime militar ou comum. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial