Operação conjunta das Polícias Civis de Goiás e DF e do Sistema Prisional - DF soluciona crime cometido contra agente penitenciário em menos de 24 hrs.


Na noite de ontém (19/7) Policiais Civis de Goiás e Distrito Federal e Agentes do Sistema Prisional de Brasília solucionaram a tentativa de latrocínio contra o Agente Penitenciário  Rafael da Silva Soares, crime ocorrido no bairro Jardim Céu Azul em Valparaiso de Goiás.

Por volta das 8 horas da manhã Rafael saia da casa de parentes, no bairro Jardim Céu Azul, quando dois criminosos o abordaram anunciando o assalto e ordenando que o Agente Penitenciário passasse o carro. De imediato o operador de segurança pública reagiu e trocou tiros com os assaltantes. Durante o confronto foi baleado na cabeça e um dos criminosos no tórax. Mesmo ferido, o criminoso Jhonata Matheus Alves dos Souza ferido foi socorrido pelos comparsas que estavam em um veículo ford ka de cor preta e largado no hospital de Santa Maria porém acabou morrendo. Rafael foi socorrido ao Hospital do Céu Azul e posteriormente transportado de helicóptero para o Hospital de Base em Brasília onde está atualmente em estado grave.
De imediato todas as Forças de Segurança do DF e entorno inciaram buscas pelos criminosos e a investigação do crime. Ao meio dia estava montada uma força tarefa sediada na delegacia do Céu Azul composta Policiais Civis da equipe de investigações do 2º DP de Valparaíso, de várias delegacias distritais e especializadas do DF e Agentes do sistema penitenciário do DF totalizando aproximadamente 60 operadores de segurança pública em campo investigando e coletando informações.

Por volta das 14 horas atraves de análise de imagens de câmeras de segurança, informações anônimas e de testemunhas, análise de registos em sistemas informatizados e abordagens de suspeitos a força tarefa obteve certeza que os criminosos eram Maycon Alef e Silva Melo Rodrigo Dutra de Almeida. Maycon teria sido um dos que participou do assalto e Rodrigo era quem dirigia o carro que fazia transporte. 
Buscas em Goiás e DF foram exaustivamente realizadas e no início da noite Rodrigo foi preso na cidade de Santa Maria - DF e na sua posse um ford ka de cor preta todo manchado de sangue. Na delegacia confessou que participou do crime. O outro criminoso, Maycon Alef, ainda não foi localizado porém em sua casa foram encontradas roupas que usava na hora do crime.

Rodrigo, o ford ka usado no crime, as roupas que Maycon usou e demais provas foram trazidas ao 2º DP de Valparaíso de Goias onde foi feito o flagrante pelo crime de latrocínio e fraude processual. As investigações das circunstâncias do crime continuam.

Maycon Alef Silva e Melo, foragido, continuará sendo procurado pela Polícia e caso o veja denuncie via número 197, 190, 61-36243786 ou 61-36242800.    




Postar um comentário

0 Comentários