Falsária “vendia” lotes usando documentos falsos da CODHAB - BLOG DO HALK

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Falsária “vendia” lotes usando documentos falsos da CODHAB


Mulher foi presa nesta quarta (27/06). Ela é acusada de oferecer terrenos na Vila Militar, em Planaltina, por até R$ 40 mil cada

Considerada uma das maiores estelionatárias do Distrito Federal e especializada em golpes imobiliários, uma mulher foi presa nesta quarta-feira (27/6) por investigadores da 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina). Gracielena Menezes Folha, 43 anos, costumava vender lotes falsificando escrituras de compra e venda. A suspeita usava o nome da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab) na fraude.

    De acordo com os policiais, a golpista se aproximava de vítimas que tinham interesse em comprar imóveis na cidade e oferecia lotes em uma região chamada Setor Militar, onde os terrenos são destinados a PMs, bombeiros e professores. A estelionatária cobrava cerca de R$ 40 mil por unidade.

Após a negociação, a mulher entregava documentos falsos para convencer as vítimas a fechar a compra. A fim de transmitir sensação de segurança, a golpista falsificava a assinatura de uma suposta diretora da Codhab – que jamais trabalhou no órgão. Em dois casos identificados pela polícia, Gracielena (foto abaixo) faturou R$ 80 mil, pagos por meio de transferência bancária.
Cheque sem fundos
De acordo com o delegado adjunto da 16ª DP, Luiz Gustavo Neiva, a acusada solicitava às vítimas um prazo de 15 dias para apresentar a escritura definitiva de compra e venda. “Colocava no documento o timbre da Codhab. Quando percebiam o golpe, as pessoas pediam o dinheiro de volta, mas recebiam apenas um cheque sem fundos”, detalhou o investigador.

Em seguida, Gracielena simulava o depósito bancário usando envelopes vazios. “Sem saída, a mulher começava a ameaçar as vítimas quando o golpe era descoberto. Assim, as famílias ficavam reféns dela. Ela jamais devolvia o dinheiro repassado”, explicou o delegado. A golpista já é uma criminosa conhecida: ela é investigada em outros cinco inquéritos policiais, todos por estelionato.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa por ventura ser interpretado, pelos órgãos de correição, como transgressão da disciplina, crime militar ou comum. Neste espaço não é permitido a discussão de temas militares, por conta da legislação castrense. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial