30 ANOS DO POLICIAMENTO RODOVIÁRIO

Escrito por Gilmar santos















Criado em 20 de junho de 1988, o Batalhão de Policiamento Rodoviário da PMDF faz 30 anos em 2018, alcançando a maturidade que a população do Distrito Federal almeja. 
Hoje, fazendo parte do Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), o BPRv tem um papel fundamental na preservação de vidas através de um policiamento inteligente, focado na prevenção de acidentes e na fluidez das rodovias, bem como no combate ao tráfico de armas e de drogas nas rodovias do Distrito Federal. 
Trabalhando em parceria com o BPTran (PMDF) e com o DER, o BPRv tem obtido ótimos resultados no cumprimento de suas missões. 
São realizados pontos de bloqueios e de demonstração (blitz), diuturnamente, em todos os postos rodoviários e em rodovias de maior circulação de veículos. 
Também são realizadas abordagens a veículos suspeitos em rodovias mais afastadas das áreas urbanas do DF (DFs 100, 180 e 290), que são consideradas rotas com maior circulação de armas e drogas no DF. 
Com essas abordagens, o BPRv foi a unidade da PMDF que mais apreendeu drogas no ano de 2017, ultrapassando 1300 kg, e a quinta que mais apreendeu armas, com mais de 110 armas. 
Uma das missões mais importantes para a preservação da vida é o combate à alcoolemia. Dirigir sobre o efeito de álcool pode caracterizar crime e tem feito vítimas por todo o país. 
No Distrito Federal, esse combate é uma missão abraçada com ímpeto pelo BPRv dando continuidade ao que vinha sendo desenvolvido por comandos anteriores, aumentando em quase 100% o número de autuações por embriaguez no ano de 2017. Foram 10.124, que se reflete diretamente na quantidade de vidas salvas. 
Outro trabalho importante é a operação de Combate ao Transporte Irregular de Passageiros feita, principalmente, pelos motociclistas do batalhão que, só nesse último ano, flagrou e autuou 3.534 condutores que usam seus veículos para essa prática ilegal, colocando em risco aqueles que insistem em usar esse meio de transporte, não oferecendo garantias, nem segurança, tndo sido já autuados motoristas com mandato de prisão, inabilitados e com veículos sem condições mínimas de segurança. 
Neste ano de 2018 e os próximos que se seguem, o BPRv continuará desempenhando seu papel com toda dedicação que a sociedade cobra e merece
Fonte:PMDF

Postar um comentário

0 Comentários