UNIÃO ENTRE PCDF E PM É UMA FACA DE DOIS GUMES - BLOG DO HALK

quinta-feira, 22 de junho de 2017

UNIÃO ENTRE PCDF E PM É UMA FACA DE DOIS GUMES

Foto: Google
Miguel Lucena – Delegado da PCDF


Mais uma vez, o governo Rodrigo Rollemberg provará que, apesar do marasmo para fazer o bem, conta com excelentes jogadores em manobras diversionistas.

Mesmo respeitando a decisão da assembleia geral do Sindicato dos Delegados e as opiniões em contrário, vejo a proposta de unificação das campanhas salariais da Polícia Civil com a Polícia Militar como uma faca de dois gumes.

A proposta é positiva no sentido político de agrupar opositores do governador Rodrigo Rollemberg, mas sem efeitos práticos no que diz respeito ao cumprimento dos compromissos de campanha assumidos com a Polícia Civil.

A Polícia Militar foi contemplada nos últimos anos com Plano de Carreira, gratificações e auxílios diversos, usufruindo do lado bom dos regulamentos militares e civis, o que não é verdade para os demais órgãos não pertencentes à caserna, como PCDF e Detran.
A aliança com a PM dá ao governador Rollemberg argumentos para não ser chamado de mentiroso, por haver se comprometido em campanha com a paridade vencimental entre a Polícia Civil do DF e a Polícia Federal, uma conquista histórica da PCDF que desmoronou no atual governo.

Soa falsa essa união. É como um casal que vive aos tapas, chegando um a enfiar a cabeça do outro no forno, e termina sendo induzido pelo juiz a se reconciliar, em nome a paz familiar. Que paz?

Desde o início do governo, sempre que a Polícia Civil cobrava os compromissos assumidos pelo governador, estrelados da PM acionavam seus canais de comunicação para torpedear as reivindicações, ameaçando com operação tartaruga, se qualquer concessão à PCDF não fosse estendida aos demais segmentos da segurança pública. A PM se comportou como o invejoso que prefere perder dois a ver o vizinho ganhar um.

A marcha conjunta com a PM nos desvincula de vez da paridade com a Polícia Federal, porque a Polícia Militar sempre usou o Exército Brasileiro como parâmetro, até que o EB sofreu desvalorização salarial e a briosa passou a fazer carreira solo, sempre acompanhando as vantagens dos outros, com um olho no padre e outro na missa.

Dado esse passo, o caminho será sem volta. Mais uma vez, o governo Rodrigo Rollemberg provará que, apesar do marasmo para fazer o bem, conta com excelentes jogadores em manobras diversionistas.




2 comentários:

  1. Excelente delegado. Sempre defendendo a instituição, doa a quem doer.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa ser interpretado como crime militar ou comum. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial