Entidades representativas de Policiais e Bombeiros militares solicitam apoio aos comandantes gerais para fazer frente à reforma previdenciária - BLOG DO HALK

quinta-feira, 9 de março de 2017

Entidades representativas de Policiais e Bombeiros militares solicitam apoio aos comandantes gerais para fazer frente à reforma previdenciária


A solicitação foi feita através da divulgação de vídeo nas redes sociais

00 al 16 Entidades representativas de Policiais e Bombeiros militares solicitam apoio aos comandantes gerais para fazer frente à reforma previdenciária
Em reunião realizada na manhã do dia 09 de março, quinta-feira, no Plenário 15 da Câmara dos Deputados, representantes de entidades de policiais e bombeiros militares do Brasil, dentre elas CNCG, Feneme, Fonap e Anaspra, dentre outras, solicitaram o engajamento dos Comandantes das Pms e dos BMs para o enfrentamento à reforma da previdência social.
O entendimento das representações, após intenso debate, é que o texto das Propostas de Emenda à Constituição em tramitação na casa é prejudicial aos policiais e bombeiros militares. Há ainda uma forma de compreensão do texto por parte das Forças Armadas diferente das necessidades dos policias e bombeiros militares, necessitando assim de um diálogo estreito entre os militares federais e os estaduais para que haja a convergência dos interesses e que as mudanças não sejam danosas às categorias.
Os representantes informam sobre a necessidade dos comandantes gerais manter diálogo direto com os comandantes das forças armadas, pois somente estes tem a legitimidade para propor os encaminhamentos de forma institucional.
veja o vídeo divulgado

Um comentário:

  1. Tem que botar na previdência exército (não há guerra desde 1870),policias: federal, civil, PRF e oficiais da PM (estes além de não trabalharem não correm risco)

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa por ventura ser interpretado, pelos órgãos de correição, como transgressão da disciplina, crime militar ou comum. Neste espaço não é permitido a discussão de temas militares, por conta da legislação castrense. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial