GDF não apresenta proposta e policiais civis vão entregar cargos - BLOG DO HALK

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

GDF não apresenta proposta e policiais civis vão entregar cargos


Isa Stacciarini
A  reunião do Executivo com policiais e delegados na manhã desta segunda-feira (15/8) terminou sem o Governo do Distrito Federal (GDF) apresentar nenhuma proposta de reajuste salarial aos servidores. O encontro aconteceu com o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio; a secretaria de Planejamento, Leany Lemos; e o secretário de Fazenda, João Fleury. O GDF condicionou o aumento salarial dos servidores a outras fontes de arrecadação, como a aprovação de projetos pela Câmara Legislativa do DF e repasses do governo federal. No entanto, para o Sindicato dos Policiais Civis e o Sindicato dos Delegados da Polícia Civil, a fonte de despesa única que garante o reajuste salarial com Polícia Federal é o Fundo Constitucional, que terá ampliação de R$ 800 milhões a partir de 2017.

Como forma de protesto, policiais e delegados prometem entregar cargos de chefia na tarde de terça-feira (16/8). O ato começará às 14h em frente à sede da Polícia Civil. Segundo o Sinpol, cerca de 1 mil servidores vão colocar as funções à disposição do governo. O Sindepo ressaltou que aproximadamente 100 delegados farão o mesmo, assim como diretores de departamentos. Segundo o diretor do Sindepo, Rafael Sampaio, inclusive o diretor geral da Polícia Civil, Eric Seba, se dispôs sair do cargo.

O chefe da Casa Civil expôs as dificuldades do Buriti.  “O governador esteve reunido ao longo desta semana com a equipe econômica e a Procuradoria para continuar caminhando com as negociações. A situação hoje não nos permite aumento de despesa sem que haja novas receitas. Sem nenhuma concessão de reajuste nós ainda estamos lutando e muito para fechar o ano. Ainda precisamos arrumar recursos na ordem de R$ 1 bilhão. Isso sem nenhuma concessão de reajuste. Logo, para qualquer concessão de reajuste,  a gente precisa conseguir novas receitas. Nesse sentido,  o governador esteve com o presidente Michel Temer para abrir novas frentes de recursos e vamos tentar prospectar em outros locais, junto à Câmara Legislativa. O governo também tem feito esforços enormes para buscar novas fontes de receita que possam dar vazão a estes pleitos”,  argumentou Sérgio Sampaio.

14 comentários:

  1. A solução é a federalização das policias, pois todo governo usa o FC para pagar outros departamentos e depois alega que não tem verbas para pagar a segurança pública. Então passando para o governo federal eles deixarão esse "pepino" para o governo federal. Só que eles vão fazer de tudo para que isso não aconteça. Perder milhões? Vão alegar que esse dinheiro vindo do FC já está vinculado na folha dos funcionários. A segurança pública era pra ser a mais bem estruturada de todas as policias do Brasil, mas por incopetência desses governos ficamos a ver navios. Nem contrata policiais, nem aumenta nossos salários e o dinheiro e gatos e outros rumos. Federalização neles!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns aos "representantes" da Policia Militar.

    Conseguiram deixar todos sem aumento nenhum por pelo menos 2 anos.

    Com "representantes" assim não me espanta diversos policiais e bombeiros votarem no Bessa nas eleições.

    Mas de mal a pior conseguiram o almejado por esses "inteligentes representantes", qual seja, a paridade com a civil. Aumento de 0% em 2017, 0% em 2018 e 0% em 2019. Palmas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olhe companheiro, é muito feio e fora de moda essa velha "tática" de querer fazer da Polícia Militar o "judas do Sábado de Aleluia". É obvio para todos brasilienses que é justo sim o pleito da Polícia Civil, e mais ainda o da PM.
      Juntos somos imbatíveis.

      Excluir
  3. Os praças foram na onda dos oficiais de tudo ou nada.
    Só se esqueceram que eles conseguem ficar alguns anos sem reposição salarial.
    Ta ai o resultado.
    O NADA ganhou.
    Agora vamos amargurar essa paridade com a PCDF, todos "juntos e felizes", pois diferente de nós, os oficiais já tem altos salários, cargos comissionados e promoções garantidas.

    Um salve de palmas aos nossos "representantes".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chega a ser patético um "charlie" querer se passar por "mike" pensando que somos amebas.

      Excluir
    2. Não sou charlie não colega. Se quiser trocar mensagens deixe seu numero que mando msgs.

      Claro. Se forem mensagens respeitosas, pois não vou conversar com alguém sem o minimo respeito e porte.

      Excluir
    3. Aff! Ainda continua pensando que somos...tá tão na cara e ainda se acovarda negando os fatos.

      Excluir
  4. Espero que agora a policia militar esteja satisfeita.

    Paridade garantida. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Halk sua nova cadê os comentarios??????

    ResponderExcluir
  6. Rapaz...
    Esses comentários não são de pm's. Não é possível que sejam.
    Não é possível acreditar que poderíamos "correr atrás" depois.

    ResponderExcluir
  7. Não quero nem saber quero o reajuste!!!!
    !!!!!

    ResponderExcluir
  8. Não quero nem saber quero o nosso reajuste,amanhã irei á assembleia na praça do relógio.

    ResponderExcluir
  9. Quem me dera não serem de PMs. Acredito que sejam apenas policiais mais cautelosos e inteligentes.

    Não gosto do pato, mas ele resumiu tudo em um áudio.

    Alguns "representantes" vão conseguir queimar a corporação (PM) com o gdf.

    ResponderExcluir
  10. Ja estão queimados. PM tá sendo tirado de mercenário e burro.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa ser interpretado como crime militar ou comum. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial