3 Tipos de Policial...

Desde o início da minha jornada na Papa-Mike pude notar que havia e há 3 tipos de policiais na corporação.

Que tipo de Policial é você e o que faz pra tentar mudar o quadro?

PROFISSIONAL “A” – Ama sua corporação, é incansável, o primeiro a chegar e último a sair, não admite atrasos ou corpo mole por parte dos outros companheiros, a polícia está em primeiro lugar, e se preciso for a família fica em segundo plano, seu lema : “Minha vida é trabalho”. Considerado durão, não dá moleza para os bandidos, mesmo de folga está sempre farejando algo, irredutível se considera perfeccionista não costuma aliviar nem mesmo os companheiros quando estes cometem erros, no batalhão é um ícone da operacionalidade, está sempre colecionando flagrantes, pois sonha em bater o recorde de ocorrências, "muito respeitado" por seu comandante, por outro lado não é muito bem visto por uma boa parte da tropa, devido a sua grande vibração e por não demonstrar o mesmo empenho e vigor no que tange a mudanças, especialmente no sistema militar, no qual parece bem adaptado/conformado. Não participa das reivindicações salariais mas tem boas relações com o Profissional “B” As vezes e usado por certos comandos para tapear a população e supostamente dizer que tudo vai bem.

PROFISSIONAL “B” – Ser acha  pouco valorizado, por isso mesmo crê que o melhor a fazer é apenas o básico necessário, pois, em sua opinião, não tem o apoio necessário por parte do alto escalão. Não se considera omisso, seu lema é : “Se aparece a gente resolve, mas não vou ficar procurando encrenca pra cabeça”, Sua família está sempre em primeiro plano, porque tem convicção de que quando se está bem em casa o resto vem como consequência. Engajado politicamente, procura sempre conscientizar o restante da tropa, sonha com mais valorização por parte da corporação e acredita que isso seria um grande incentivo para trabalhar melhor e consequentemente servir melhor a população. Bem quisto na tropa as vezes é conhecido como “maciota” tem boas relação com o profissional “A” a quem respeita e admira, mas, pensa que este deveria ser mais moderado em suas ações. Lutar também por mudanças na estrutura militar e ser mais engajado nas reivindicações salariais. 

PROFISSIONAL “C” – Acha que não há esperança pra essa polícia. Odeia os ditames e regulamentos militares. Não quer nem ouvir falar de vibração ou moderação, quer mudanças, é engajado, mas as vezes não faz qualquer esforço. Sempre faz questão de dizer: Bobo é quem fica por aí vibrando, se precisar aliviar, alivia, vive resolvendo os velhos “QRUs”, aos mais chegados revela : “Nessa polícia eu não esquento a cabeça com porra nenhuma! O importante é não perder a fila no BRB”, Outros lemas muito usado por esse Profissional é : “A sociedade que se foda !” “O Governo finge que me paga e eu finjo que trabalho!” Tem boas relações com os que pensam da mesma maneira, em contrapartida é odiado pelos Profissionais “A” tolerado pelos “B”. É hoje de longe o perfil mais crescente dentro da corporação.



13 Comentarios "3 Tipos de Policial..."

  1. Essa visão de tipificar as atitudes de policiais, seus comportamentos em relação a PMDF é no mínimo mais uma tentativa de dividir cada vez mais nossa tropa, nos tornando fracos e de fácil manipulação. Esse tipo de "liderança é falsa e dispensável. Não precisamos disso meu caro "Halk".

    ResponderExcluir
  2. É para reflexão colega... saiba interpretar as entrelinhas... veja que não deveriamos ter profissionais como os descritos na matéria. Mas, notadamente, veja se o senhor não se identifica com um deles, mais ou menos.
    um abraço!!!!

    ResponderExcluir
  3. PARABÉNS HALK, PELA POST. VC FALOU A VERDADE TENHO 25 ANOS DE SERVIÇO E 25 NA RUA E HOJE, NÃO FAÇO NEM O BASICO, ESSE POLIÇA DAS 11:15 GOSTA SÓ DE TAPINHA NAS COSTAS DOS OFICIAIS É UM PUXA SACO, DEVERIA ACHAR BOM TER ALGUÉM NA TROPA SEMPRE FALANDO, MOSTRANDO, CRITICANDO A PM FALIU SÓ ELE QUE NÃO VIU. CONTINUE KALK

    ResponderExcluir
  4. Tapinha nas costas??? Puxa saco??? A PM está em processo de falência sim meu amigo, concordo com você, mas acho que sua interpretação sobre o que escrevi está equivocada. Vou copiar alguns trechos da postagem para exemplificar e tentar ser mais claro.
    1) "no batalhão é um ícone da operacionalidade, está sempre colecionando flagrantes, pois sonha em bater o recorde de ocorrências, "muito respeitado" POR SEU COMANDANTE"???
    2) "por outro lado NÃO é muito bem visto por uma boa parte da tropa, devido a sua grande vibração e por não demonstrar o mesmo empenho e vigor no que tange a mudanças, especialmente no sistema militar, no qual parece bem adaptado/conformado".
    3) Sempre faz questão de dizer: Bobo é quem fica por aí vibrando, se precisar aliviar, alivia, vive resolvendo os velhos “QRUs”, aos mais chegados revela : “Nessa polícia eu não esquento a cabeça com porra nenhuma! O importante é não perder a fila no BRB”, Outros lemas muito usado por esse Profissional é : “A sociedade que se foda !” “O Governo finge que me paga e eu finjo que trabalho!” Tem boas relações com os que pensam da mesma maneira, em contrapartida é odiado pelos Profissionais “A” tolerado pelos “B”.
    Vejo com clareza, que essas comparações não são salutares, criam estereótipos, diferenciam a tropa, ou melhor "AS PRAÇAS", e não contribuem para uma coletividade de pensamentos e crescimento do grupo, mas claro, uma corporação tão grande quanto a Polícia Militar tem que ser heterogênea, com muitos e divergentes pensamentos, isso é normal, apenas considero que não devemos criar ou definir grupos, mas sim, compreender e colaborar para dirimir as diferenças e lutar por um espírito de corpo voltado para a evolução pessoal e profissional, pois, só assim conseguiremos alcançar nossos objetivos, que deveriam ser homogêneos. Eu poderia estender minhas idéias por mais linhas, mas, termino por aqui.
    Ah!! Não me escondo de um debate.
    "ATRAVÉS DO DIÁLOGO VEM AS CONQUISTAS"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns pela clareza e pela coerência.

      Excluir
  5. Se nossa corporação fosse exclusivamente formada por profissionais A e B com certeza teríamos um crédito maior dentro da sociedade.

    Sobre o profissional C eu nem vou comentar muito, pois pelo o que vejo vários deram a sorte de passar no concurso e ganham muito pelo pouco que produzem. Esses, inclusive, deveriam agradecer aos policiais abnegados, tidos várias vezes como "otários" e/ou "burros de carga" por fazerem o seu trabalho, enquanto policial omisso, e defenderem sua família.

    O tal do policial C, além disso, são os primeiros a passarem placas de carros de parentes quando furtados e são os que mais pedem policiamento em suas ruas. Patrulhar a rua do companheiro quando em serviço ele não quer, mas cobra isso na rua em que mora. Aí complica!

    Aos policiais A e B deixo aqui meus agradecimentos na certeza que mais cedo ou mais tarde o reconhecimento virá por conta de seus/meus serviços.

    Assinado: Policial A/B

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela postagem serve para abrir os olhos de todos nós assim como eu que amamos a nossa polícia só uma coisa me chamou a atenção e a afirmação da secretária de segurança afirmando que já recebemos aumento salarial este ano assim como as demais categorias temos que reivindicar o mesmo que foi dado pelo governo federal a partir de agosto deste ano temos que ser incluídos neste projeto que já passou por uma das comissões um abraço a todos e vamos para a vitória

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já estão recebendo o de vocês.
      Lembrando que nas ultimas negociações, alem dos 15% que todos os servidores ganharam, a PMDF foi o único órgão que teve algo mais com a majoração do auxilio moradia.

      Excluir
  7. Entre o A e o B tem outra categoria ai viu. São policiais que apesar de não concordar com muita coisa do militarismo, não almejar elogios ou ser o rei dos flagrantes este é um profissional que é comprometido com o serviço público e não com a polícia, adora se sentir útil à sociedade e puxa seu plantão com esmero e quando vai pra casa descola totalmente pra viver sua vida particular.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem tb os vagabundos que sugam a nação e ficam se escondendo do serviço.

      Excluir
    2. Pois é...essa coisa de ou é A ou B é muito chata...muito limitada.

      Excluir
  8. Apesar de essa divisão não ser absolutamente perfeita, concordo com ela. Sobre os "Cs", é o que mais tem no serviço público. Sugam o dinheiro do contribuinte. Se ganharem 1000% de aumento ainda assim vão encontrar um motivo para reclamar e, consequentemente, não trabalhar.

    ResponderExcluir
  9. eu sou o tipo fodão ,arrocho todo mundo ,inclusive pms errados ,gosto de estar no quartel puxando saco do chefe,não gosto do meu barraco,estou em todos os voluntários da vida ,meu dilema é serviço ,se puder não entro de férias,continuo trabalhando ,não quero promoção ,quero vestir a farda,não dou atestado,trabalho mesmo doente ,se preciso for, trabalho até os 35 anos kkkkkk .

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa ser interpretado como crime militar ou comum. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial