Divulgação

Ex-candidato ao cargo de Deputado Federal em 2014, Cabo Robertson é excluído das fileiras da PMDF









7 Comentarios "Divulgação"

  1. Infelizmente nessas horas a Lei para punir é bastante rápida, gostaria que fosse assim para se beneficiar toda a tropa, que o nosso irmão seja confortado por DEUS, ele e sua família pelo nosso eterno DEUS. Que o DEUS de justiça julgue, e, ele vai julgar com justiça aqueles que buscam por ela, por dias melhores para todos.

    ResponderExcluir
  2. caro colega espero que consiga reverter tal situação em outra instancia, nada esta perdido um forte abraço vista que você foi licenciado a bem da disciplina, por lutar por seus ideais, estou a sua disposição neste momento delicado de você e sua família um forte abraço lembre-se que DEUS esta acima de tudo

    ResponderExcluir
  3. O grande problema de alguns colegas, é que perdem a noção de até onde podem ir em seu enfrentamento aos absurdos e às injustiças que são cometidas contra as praças, quase sempre perpetradas por oficiais(há graduados também que são injustos).
    E, aí, nessas horas, com a família desamparada, o colega vai refletir que deveria ter tido limite em sua indignação, e não ter se jogado de corpo e alma, quase sempre esperando triunfar politicamente. Se tivesse olhado um pouco nossa história, veria que poucos deram sorte como o João de Deus.

    ResponderExcluir
  4. O pessoal poderia fazer uma vaquinha pra contribuir, ao menos por enquanto. Algo simbólico, uns 50 reais por cabeça.

    ResponderExcluir
  5. PT quer retirar PLP 257/2016
    A bancada do PT na Câmara Legislativa pede a retirada do PLP 257/2016, “que trará arrocho e a perda de direitos dos servidores públicos do Distrito Federal”. O projeto foi enviado pela presidente Dilma Rousseff ao Congresso Nacional, na semana passada, atendendo a apelos de governadores, liderados pelo governador Rodrigo Rollemberg. O líder do PT, deputado Wasny de Roure, avalia que a situação é de apreensão, com a possibilidade de votação do projeto pela Câmara dos Deputados. “Nós temos o entendimento que o Governo Federal tem que retirar o projeto que tramita em caráter de urgência. Se, de um lado, o projeto propõe a repactuação da dívida, encontrando fôlego para os estados, por outro lado, ele arrocha – e arrocha bastante – a Lei de Responsabilidade Fiscal”, avaliou o deputado petista.
    À frente, uma década de perdas
    A análise feita pela bancada é de que, caso aprovado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado, o PLP 257 trará danos irreparáveis ao funcionalismo público, principalmente, no Distrito Federal, já que o projeto visa congelar a remuneração dos servidores públicos por pelo menos 10 anos, suprimir vários de seus direitos, aumentar a contribuição previdenciária para 14% e distorcer as regras da previdência social. VEJAM COMO NOSSO DESGOVERNO GOSTA DOS PM E BM

    ResponderExcluir
  6. A nossa Luta não é contra a carne e o sangue, mas cotra os principados e as potestades e o príncipe das trevas. há muitos querendo destruir o que foi conquistado com muito suor, lutas incansáveis contra tudo e todos, principalmente as praças PMDF e BMDF com as covardias vividas ,com promessas e traições. mas, resistimos, e uma coisa aprendi, esperar e descansar em DEUS, colocar ele frente as nossas Lutas temos certeza que cedo ou logo estaremos colhendo vitórias, mesmo quando os que acham ser grandes autoridades querendo ou não nos derrubar, ele através do filho amado JESUS CRISTO nos põe de pé. A ele toda honra e glória e todos nós esperemos nele, pois, sei que com ele, temos uma chance; de portas se abrirem, e, quando ele as abre, ninguém fecha!
    Vigiem e Orem!
    SGT-BENTO.

    ResponderExcluir
  7. Companheiro Robertson peço a Deus que Ele possa reverter esta causa. E que venha suprir eventuais necessidades. Uma abraço companheiro.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa ser interpretado como crime militar ou comum. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial