> - BLOG DO HALK

segunda-feira, 18 de março de 2013


Promoções de oficiais na PM - Apelo público


Esposas de oficiais da PM-DF apelam ao Blog e pedem socorro ao deputado Federal Roberto Policarpo, ao secretário de Segurança Pública Sandro Avelar e ao governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz
Secretário de segurança, Sandro Avelar e o governador Agnelo Queiroz
Várias esposas de tenentes-coronéis da Policia Militar do Distrito Federal recorrem a autoridades do GDF tentando brecar a emenda ao Projeto de Lei Nº 4.921, de 2012 que tramita no Congresso Nacional, e que muda a forma de promoções ao quadro de coronéis da corporação ...

Prezado Jornalista

Sendo leitoras  assíduas de seu blog, vimos por meio desta denunciar uma manobra urdida por um grupo de tenentes-coronéis, na qual, em se concretizando, beneficiará só a esse pequeno grupo de oficiais e sua turma de Academia.

Antes porém, nos identificamos como esposas de diversos oficiais da PMDF, hoje tenentes-coronéis, e para evitar represálias, não nos identificaremos publicamente, pois, como é notório na PMDF a praxe, é a perseguição àqueles que  contrariam os propósitos de alguns oficiais superiores.

A manobra intentada por esse pequeno grupo de tenentes-coronéis gira em torno da próxima promoção, a ocorrer em abril de 2013 na qual pelas leis hoje em vigor, notadamente a Lei 12.086/2009 os mesmos sequer figurarão na relação daqueles que poderão ser promovidos.

Dentro de nossas limitações, tentaremos explicar a situação atual e a manobra que este pequeno grupo está realizando.

De acordo com a lei 12.086, o número de tenentes-coronéis que podem concorrer à promoção para coronel foi limitado em 20 (vinte) sendo que destes, somente serão promovidos 07 (sete) pelo critério de merecimento (único levado em conta na promoção ao último posto da carreira).

Hoje, segundo a classificação dos oficiais da PMDF, esse grupo a que nos referimos ocupa posições distantes entre os oficiais seus congêneres para figurarem na lista de promoção.

Ou seja, pela lei de hoje, eles se sequer poderão concorrer à promoção de abril.

Contudo, usando a máquina governamental a seu favor, foi apresentada uma Emenda ao Projeto de Lei Nº 4.921, de2012 que tramita no Congresso Nacional, objetivando mudanças nos critérios para a promoção de forma que eles possam, além de concorrer à próxima promoção, serem efetivamente promovidos.

Detalhe interessante prende-se ao fato de que o PL 4.921 trata do aumento salarial dos policiais militares do DF, nada tendo a ver com o assunto promoções.

Em relatório apresentado pelo deputado federal do PT/DF Roberto Policarpo, relator do PL, a tal emenda que beneficiará esses oficiais e seu pequeno grupo de companheiros de turma mais chegados, ganhou o número 01.

Diz a emenda:
“EMENDA nº 01


Ficam acrescidos os seguintes arts. 6º e 7º ao PL nº 4.921, de 2012, renumerando-se a cláusula de vigência da proposta original:


Art. 6º Ficam acrescidos o inc. III ao § 1º do art. 40 e o § 5º ao art. 96, todos da Lei nº 12.086, de 6 de novembro de 2009:


“Art. 40
...................................................................................

§1º............................................................................
III – quando o quantitativo existente ultrapassar o previsto em cada grau hierárquico que concorre à promoção por merecimento dos quadros constantes do Anexo I, 10 (dez) mais 1/4 (um quarto) do efetivo existente. (NR)
.................................................................................

Art. 96
.................................................................................

§ 5º o Oficial que constar do Quadro de Acesso por Merecimento em primeiro lugar em 3 (três) datas de promoção, tendo havido promoção ao último posto nas 2 (duas) datas anteriores, será promovido por ocasião da apresentação do terceiro Quadro ao Governador do Distrito Federal, na primeira vaga apurada.” (NR)


Art. 7º O art. 45 e o § 4º do art. 96, todos da Lei nº 12.086, de 6 de novembro de 2009, passam a vigorar com a seguinte redação:


“Art. 45. A promoção por merecimento será feita com base no Quadro de Acesso por Merecimento, sendo selecionados para a promoção os Oficiais que integrarem este Quadro de Acesso, por livre escolha do Governador do Distrito Federal.


§ 1º O Governador do Distrito Federal, nos casos de promoção por merecimento, apreciará livremente o mérito dos Oficiais contemplados na proposta encaminhada pelo Comandante-Geral e decidirá por quaisquer dos nomes.


§ 2º O Oficial que constar do Quadro de Acesso por Merecimento em primeiro lugar em 3 (três) datas de promoção, tendo havido promoção ao último posto nas 2 (duas) datas anteriores, será promovido por ocasião da apresentação deste terceiro Quadro ao Governador do Distrito Federal na primeira vaga apurada.


Art. 96
.............................................................................

§ 4º A promoção a que se referem os incisos I a III do § 2º do art. 71, será feita com base no Quadro de Acesso por Merecimento, sendo selecionados para a promoção os Oficiais que integrarem este Quadro de Acesso, por livre escolha do Governador do Distrito Federal.” (NR)”
Ocorre senhores, que se tal modificação for aprovada, vários tenentes-coronéis, muito mais antigos se verão prejudicados em suas carreiras, tendo o deputado Policarpo em seu voto, se mostrado favorável a tal medida.


Diz parte do voto:

“Primeiramente, destaca-se a alteração na forma pela qual o Governador do Distrito Federal seleciona os Oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar que serão promovidos ao último posto de seus quadros, que são efetivadas tão somente pelo critério de merecimento, mediante ato privativo do Chefe do Poder Executivo Local.


Nesse sentido, propomos acrescer o inc. III ao § 1º do art. 40 e o § 5º ao art. 96, bem como alterar a redação do art. 45 e do § 4º do art. 96, todos da Lei Federal nº 12.086, de 2009, que trata, dentre outros, da promoção dos policiais militares do DF. A proposta visa à ampliação do “leque de opções” para a devida seleção, pelo Governador do Distrito Federal, dos Oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do DF que serão promovidos ao último posto.”
Realmente, sendo livre a escolha do governador no sentido de quem deverá ser promovido, resultará que somente os apadrinhados serão beneficiados.

Os demais, mais antigos e muitas vezes engajados nas atividades operacionais, ficarão excluídos do processo e verão suas carreiras interrompidas e/ou estagnadas somente por não serem “bem vistos” e não contarem com apadrinhamento politico.

Por tais motivos, recorremos através do seu blog e pedimos encarecidamente ao deputado federal Roberto Policarpo, ao secretário de Segurança Pública Sandro Avelar e ao governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz, para que usem o bom senso de justiça, não deixando prosperar a manobra pretendida pelos oficiais a que nos referimos.

Na certeza que será feita Justiça, cordialmente agradecemos.

Fonte: Colaboradores / Redação - 18/03/2013 – Blog do Edson Sombra

Sinceramente senhores, se fosse promoções de praças, seria muito pouco provável que teríamos voz, apesar de estarmos em situação bem mais difícil no momento(quadro travado por conta da não redução do interstício). Mas como se trata de promoções/"jogadas" de oficiais. Fico com o jargão:  Cada um no seu quadrado!!!! Se virem por lá!!!! Provem do veneno que já estamos acostumados a deglutir faz tempo!!! - Halk

26 comentários:

  1. RECADO PARA OS POLICIAIS DO 14 BPM DE PLANALTINA

    AVISO
    POR DETERMINAÇÃO DO SUBCOMANDANTE OS POLICIAIS QUE APRESENTAREM ATESTADO DE COMPARECIMENTO, ACOMPANHAMENTO E ATESTADO DE UM DIA SERÃO ESCALADOS NO FIM DE SEMANA PARA COMPENSAR HORAS NÃO TRABALHADAS.

    E TOME ARROCHO. VAMOS VIBRAR GENTE. COMO EU GOSTO DISTO.

    ResponderExcluir
  2. É o circulo superior está sentindo a truculência do governo,não se esqueçam que vocês também não passam de reles servidores públicos e apenas mais um numero no almanaque. Agora meus amigos só posso dizer uma coisa,sentem-se junto com os praças para chorar o leite derramado como fazemos a muitos anos.

    ResponderExcluir
  3. Tadinhos! Destes TC... Ganham mais de 5 vezes o salário do Soldado! Que ficam na rua, no P.O.G. Não fazem nada para a Segurança Pública, nem policiais são... Dinheiro público jogado fora.....
    kkkkkkkkkkkkkkkk, Não vai ser promovido.

    Como eles sempre falam.... Pedem para sair!!! kkkkkkkkkk
    Seus fracos!!!

    Fim do Militarismo já!!!

    Policial indignado

    ResponderExcluir
  4. Porque eles não pedem pra sair????

    "Não tá satisfeito??? Pede baixa!!!


    kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Ás vezes é bom tomar uma dose do próprio VENENO, pois desde os anos de 2000 e 2001 as praças vêm se mobilizando e mostrado a cara para o governo, sofrendo todo tipo de represálias, principalmente dos que serão os mais beneficiados, não vemos os oficiais tomarem posição alguma, sempre se dando bem às nossas custas, um regulamento que obriga tenentes-coronéis recorrerem às ESPOSAS para não verem um DIREITO seu ser atirado na lata de lixo por um grupo espertalhões é de perder o fôlego, sinal de que nunca contaremos com apoio dessa classe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro anônimo de 23:31, este comentário foi postado por mim no blog do Tenente Poliglota, por favor publique suas próprias ideias e opiniões, procuremos todos nós sairmos do ANONIMATO, falar a verdade ou divulgar sua opinião pura e simplesmente não constitui transgressão da disciplina ou crime militar, a CF 1988 diz: É livre a manifestação do pensamento. Enquanto ficarmos nos escondendo para falar o que realmente nos falta, não conseguiremos ser ouvidos, pense nisso.

      Excluir
  6. Covardes que correm pra baixo das saias das esposas!!!!

    Patético!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá ruim ser tenente-coronel?

      Pede baixa,

      não é a frase que eles gostam de falar para nos praças que estamos a mais de 10 anos sem promoção e que na próxima "fila" de cabo ganharei apenas R$ 170,00.

      Os oficiais deveriam nos representar, pelo menos em tese, mas como ter um representante que ganha 16 mil ou mais para ir contra o governo que o paga.

      Como a esposa do "oficial" escreveu, nos ainda temos medo de ir contra o sistema por causa das PERSEGUIÇÕES.

      Excluir
    2. É VERDADE COMO DIZEM ELES MESMOS, NÃO TÁ SATISFEITO PEDE BAIXA.

      Excluir
  7. Enquanto pensarem que podem mandar no poder discricionário do praças e não tratá-los com respeito, esta situação só tende a piorar.

    Não é impondo algo numa ação que se realiza por vontade própria que conseguirão mudar a segurança de Brasília.

    Enquanto os praças estiverem desmotivados e o GDF e oficiais continuarem com essa situação de destrato, nada mudará, e a cada dia a situação está só piorando.

    Pensam eles que os praças não acompanham as informações: oficiais ganhando gratificação por não fazer nada enquanto praça responde por abordagem, oficial sendo promovido com base em agregação enquanto praça mofa na graduação.

    Vai brincando, vai pensando que engana alguém, vai apostando a ficha na banca errada, depois me conta o resultado.

    18 DE MARÇO DE 2013 11:41

    ResponderExcluir
  8. Ahhhhh...

    Pára, né???

    PM é isso aí.

    Tem que ser assim pra manter o cabresto.

    Quem é tão burro que não entende isso???

    Tomara que isso seja um tiro no pé do governo, porque não terá espaço pra tantos puxa-sacos, aí os caras vão começar a se sentir meio desvalorizados...(que piada,kkk!!!)

    Será???

    ResponderExcluir
  9. Flagelo das estrelas19 de março de 2013 11:28

    A maioria dos oficiais da PMDF envergonham a nossa sociedade. Não fazem nada pela segurança pública e só vivem correndo atrás de promoções, regalias e outros interesses individuais.
    Não gosto do deputado ex cabo Patrício, mas sou obrigado a reconhecer a imensa diferença de caráter existente entre ele e esses oficiais.
    Os oficiais, principalmente, da PM estão "chorando de barriga cheia". Nunca na história do DF, essa categoria se deu tão bem quanto no governo Agnelo. É só acompanhar no DODF as inúmeras regalias com as quais estão sendo contemplados diariamente: Promoções; diárias de viagens pelo Brasil e exterior; cursos remunerados, dentro e fora do país; nomeações; agregações feitas aos borbotões; liberações para órgãos do governo federal e outros Estados da federação..., e, mais, neste governo passaram a receber gratificações e bonificações por exercício de funções de comando de batalhões, diretorias e chefias do Estado Maior, como se essas funções fossem alheias às atribuições institucionais, para as quais já percebem altos salários.
    Se compararmos o trabalho dos oficiais da PM (atividade meio), com o trabalho das praças (atividade fim), concluímos pela existência de uma odiosa sinecura na corporação, visto que os oficiais quase que, absolutamente, nada fazem, a não ser girar pela cidade, em veículos descaracterizados, resolvendo problemas de ordem pessoal. Isso quando não retiram um soldado do posto de serviço a fim de realizar essas "missões".
    Já testemunhei, em diversas ocasiões, o ex sgt Godinho, outro que foi preso e expulso da PM, por reivindicar melhores salários e condições de trabalho, para as praças, esbravejar aos quatro ventos, as injustiças sofridas pelas praças. As desigualdades entre oficiais e praças, segundo as afirmações deste ex sgt, é algo assustador. Ainda, segundo diz: a função dos oficiais PMDF assemelha-se às funções de um cardeal, ou seja, gozar das mordomias e "encher o saco" daqueles que realmente trabalham. E agora, por fim, reinteirando as palavras do ex sgt Godinho, eu diria que a mais nova atividade dos oficias da PM é submeter suas esposas ao ridículo, mandando-as vir à público denunciar brigas internas, na categoria, na hora de dividir o "osso". É isso mesmo, mais parecem uma matilha de cães, rivalizando pelo pedaço de osso, do que homens civilizados, em pleno exercício de suas cidadanias, reivindicando seus direitos.
    Como disse, anteriormente, não gosto do deputado ex cabo Patrício e menos ainda do ex sgt Godinho(por ser este mais autêntico e leal aos seus princípios, e seus ataques aos oficiais são mais contudentes), mas tenho de reconhecer que tiveram hombridade e caráter, quando partiram para o enfrentamento, encarando, de frente, os regulamentos, o comando da PM e o governo.
    Diferentemente dos oficiais que na sua maioria são covardes e oportunistas, esses dois praças lideraram por longa data um movimento que reivindicava, entre outros itens de uma enorme pauta, melhores condições de trabalho; salário e escalas justas para todos os praças e não para este ou aquele grupo dentro da PMDF.
    É notória a covardia desses oficiais que se escondem atrás das esposas. Falta-lhes a hombridade e o caráter demonstrados pelo ex sgt Godinho e ex cabo Patrício, durante as manifestações das praças no governo Roriz. Ná época, apesar de perseguidos, presos e expulsos da corporação não se furtaram em vir à público e denunciar, abertamente, as injustiças praticadas, pelo governo, contra a dignidade das praças da PMDF.
    Lutaram de "cara limpa" enfrentando as perseguições com dignidade e coragem.
    Diferentemente, os oficiais, ao envolverem suas esposas, neste assunto, alegando medo de enfrentar os regulamentos, demonstram uma insuportável covardia e falta de caráter inominável.
    Espero que o Governador faça justiça, acabando, de vez, com essa briga, unificando as duas categorias, oficiais e praças, numa única carreira, totalmente voltada para a atividade fim, que é o lugar de todos que escolhem a Polícia Militar como meio de sobrevivência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salvo melhor juízo, estudei alguns comportamentos humanos que me possibilitam observar determinadas afirmações e colocações e analisa-las no contexto global. Nesse comentário efetuado por um "anônimo" duas facetas me chamaram a atenção:
      1ª) cita explicitamente um ex-policial(Sgt Gondinho) que estava esquecido no meio policial, político e social e em sua afirmação, um injustiçado;

      2º) enaltece a figura do ex-cabo, que demonstrou abandono a sua categoria há muito tempo, porém afirma veementemente que não gosta do mesmo. Que contrassenso né?

      Pois bem, observem que ele critica veementemente os oficiais da PMDF, sem distinção, e enaltece as praças; nada contra, mas o comentário poderia ser imparcial, já que todos estão no mesmo barco. Tenta passar aos policiais que esse governo que aí está é bom para a corporação, num todo, e joga nas entrelinhas "possíveis" atitudes que num futuro próximo pode vir a ser adotado no seio das casernas (unificação das categorias, oficiais e praças).
      Obviamente que muitas de suas afirmações têm fundamentação, mas não se pode esquecer que isso é SECULAR, não se criou agora; a diferença é que hoje o policial está mais politizado, informado e ciente de que também têm direitos e é exatamente atrás desses direitos que ele corre hoje obstinadamente.
      Na minha visão, o que tem acontecido em função dessa polêmica intitulada nas redes sociais de "Emenda Leão" é um quadro já desenhado para o futuro. O Governo sabe muito bem que se a oposição deixar as vaidades de lado e se organizar, com toda certeza terá uma grande oportunidade de retomar o controle do Distrito Federal devido a insatisfação popular e de servidores públicos, e olha que não sou analista político. No entanto, o futuro governador terá uma grande oposição dentro da Polícia Militar já que o quadro está se desenhando com mais de um ano de antecedência. Passando a chamada "Emenda Leão" a promoção por merecimento com prerrogativas exclusivas ao governador, os TCs de academia povoarão o coração da PMDF e quiça do CBMDF, construindo um tentáculo que, se não for indestrutível, será de difícil combate. Será uma bactéria violentíssima para o antídoto que o novo governador aplique, desde que seja a oposição vencedora do pleito de 2014.
      Observem que em nenhum momento oficiais TCs R2 ainda existentes na PMDF se manifestaram para barrar tal emenda e com toda certeza esses oficiais serão todos "EXCLUÍDOS COMPULSORIAMENTE" até abril de 2014. Porque estão calados? Incógnita!
      Um detalhe importante nesse contexto das emendas é o fato de que o governo disse desde o primeiro instante que não aceitaria emendas ao Projeto; no entanto associações de classes colocaram os parlamentares da bancada federal em cheque e essa, por conseguinte, resolveu apoiar e aceitar a inserção de emendas. Não perceberam que estavam sendo usados. Agora, como num passe de mágica e numa clara demonstração de poder o governo manda uma emenda que beneficia poucos em detrimento de muitos ou quase nenhum e diz claramente: “vocês quiseram? Então aí vai! O benefício será nosso e vocês que se danem!”
      Policiais, os senhores não são mais bobos e desinformados. Aprendam a ler nas entrelinhas o contexto de cada ação, principalmente quando ela partir de governos. Esse "anônimo" dessa postagem fez a parte dele: Plantou! Regar e colher caberá a cada um. Eu, por exemplo, já arranquei a semente pela raiz.
      Uma excelente tarde a todos.
      Apenas um observador

      Excluir
    2. Caro Flagelo, me permita discordar de sua opinião: Na minha opinião me considero bem treinado como farejador desse tipo de coisa (depois de anos errando tive que aprender). Conheci muita gente nesses quase 30 anos de "briosa", por isso penso que esses dois foram picados pelo mosquito da política e vivem hoje, de forma obcecada, apenas por ela. Acredito que não representam mais do que a si mesmos (e seus grupos, ou grupo). Já se perguntou quanto era e quanto serás hoje o patrimônio desse pessoal? Sabemos que não é raro o "santo do milagre da multiplicação patrimonial" visitar políticos (são mesmo "abençoados", pois eu que ralo pra car... nunca tive essa benção - eles têm muita sorte não acha?). Então caro amigo, pra mim, essa dupla que permeou a ideia central de seu "post" são oportunistas que no fundo só tão interessados no próprio umbigo.
      Não! Não perdi ainda a esperança de ver um representante que honre verdadeiramente essa gigante repleta de atribuições que é nossa "firma" (e vermos eu, você, todos muito bem). Mesmo com a decepção que tive com todos os pseudo-representantes que escolhemos (pra mim nenhum prestou), ainda assim meu brother, apostarei novamente em um companheiro. Certamente não será em nenhum que já teve sua chance de fazer bonito e não fez. Fizeram as suas escolhas.
      É natural que o tempo nos prove que erramos nas escolhas do que não conhecíamos, mas daí a insistir no que já conhecemos como ruim ou mais-ou-menos é estranho não acha?


      "Fico com o jargão: Cada um no seu quadrado!!!! Se virem por lá!!!! Provem do veneno que já estamos acostumados a deglutir faz tempo!!! - Halk"

      Também discordo de você Halk, estou (estamos) nesse barco e, se ele afundar, também vamos pro fundo. Essa talvez seja uma característica só encontrada aqui na caserna, a de torcermos pelo caos dos outros, mesmo que acabe também com a gente (mas não importa, desde que ele se ferre né?). No fundo somos iguais a todos os outros setores que costumeiramente gostam de bater na briosa.

      Um abraço a todos que navegam por aqui.
      Ant...

      Excluir
    3. estamos no mesmo barco nao exelentissimo onde ja se viu oficial com 10 anos de pmdf e ser 2 tenente. hoje um oficial com 20 anos ja é tc e o praça com 20 anos é o que no maximo 3 sgt.

      Excluir
    4. Esse "Flagelo das estrelas" falou muitas verdades. Ô classezinha de homens frouxos essa dos oficiais. Nunca ví uma categoria pior.
      Não conhecí o ex cabo Patrício enquanto este esteve na PMDF, só vim a conhecê-lo depois. Quanto ao ex sgt Godinho, conhecí-o bem, pois foi meu comandante de pelotão no CFSD no Gama,e depois quando voltei para cursar o CFC, o encontrei novamente na escola, na função de sargenteante. Era um verdadeiro profissional, dava de dez a zero em qualquer oficial do CFAP, não só nos assuntos militares e relativos ao curso, mas também para ministrar aulas e na gestão escolar.
      Anos depois, acompanhei sua participação nos movimentos reivindicatórios das categorias de praças PM/BM, entre os anos 2000 e 2003, constatei que entre todos os que se diziam lideranças daquele movimento, o sgt Godinho era o único que estava alí por idealismo. Defendia exclusivamente a pauta das categorias e era, inclusive, se bem me lembro, o único, também, que não era presidente de associação, não tinha vinculações partidarias e/ou ligações com políticos. Lembro-me de certo dia, em uma reunião setorizada com mais de seiscentos PM/BM, o ex sgt Godinho afirmar que não abandonaria a luta das praças e que iria até o fim. E que enfrentaria as ameaças, prisões, exclusões, qualquer coisa que fosse, mas não desonrraria o movimento. Disse ainda que não tinha a intenção de usar sua liderança para lançar-se candidato a nada e nem faria campanha para nenhum partido ou pediria votos dentro da corporação para algum candidato. E isso ele cumpriu ao pé da letra. Apesar de ter sido expulso da corporação, não se aproximou de partidos ou qualquer parlamentar pedindo qualquer ajuda. Que naquela ocasião até se justificaria, pois o mesmo ficou desempregado com a expulsão das fileiras da corporação.
      Então acho que o "Flagelo das estrelas" está com a razão ao ressaltar a diferença de caráter entre praças e oficias na hora de sair para a luta. Ficou provado que os oficias são covardes e não se envergonham de esconder atrás das próprias mulheres e filhos, quando querem demonstrar suas indignações contra o cmdo e o governo, coisa nunca vista entre os praças.

      Excluir
  10. Tadinha das esposas desses Tenentes-Coroneis, é de cortar o coração o que elas e eles estão passando com esse governo do PT, depois de ler essa matéria, meu coração ficou tristinho, perdi o chão e a fome e fiquei doente de tanta mazelas com estes estrelados e suas digníssimas.
    Ora ora senhoras esposas de Tenentes-Coroneis, como há muitos e muitos anos eu não sou promovido e quando ia ser levei CANGALHA e quando eu ser promovido "dinovo" o CMT GERAL não permitiu já estou até acostumado juntamente com minha família. Agora vocês não merecem essa sacanagem, afinal vocês são esposas de Tenentes-Coroneis, os donos da PMDF.
    Tadinha de vocês esposas de Tenentes-Coroneis, a situação de vocês é de cortar o coração, snif snif snif snif tô chorando de peninha, o AGNULU É MUITO MALVADINHO.
    Continuo chorando snif snif snif...............

    ResponderExcluir
  11. Parabéns senhores oficiais da PMDF! Os senhores estão corretos em brigar pelo bem estar profissional, apesar de não participarem diretamente da segurança pública. Portanto, fico indignado com as praças que carregam a "cruz" da segurança pública e continuam promovendo suas ociocidades e privilégios e trabalhando como "mulas". A mudança começa por nós.

    ResponderExcluir
  12. PMDF 200 anos de covardia, trairajem e sacanagem. Cada dia pior...

    ResponderExcluir
  13. VÃO FAZER O QUE OS R2 SEMPRE FIZERAM. VERGONHOSO VER ESTES TENENTES CORONEIS PEDINDO AJUDA PARA AS ESPOSAS, AINDA DIZEM QUE NO MILITARISMO EXISTE HONRA, DIGNIDADE E RESPEITO, ONDE ENFIARAM A CORAGEM DESTES HOMENS?

    ResponderExcluir
  14. ESSES TENENTE CORONÉIS COM 15 ANOS DE PMJÁ ESTÃO NO PENÚLTIMO POSTO DA CARREIRA E AINDA RECLAMAM. TADINHO DELES VIU
    FAÇA-ME O FAVOR.

    ResponderExcluir
  15. ESSES TENENTE CORONÉIS COM 15 ANOS DE PMJÁ ESTÃO NO PENÚLTIMO POSTO DA CARREIRA E AINDA RECLAMAM. TADINHO DELES VIU
    FAÇA-ME O FAVOR.

    ResponderExcluir
  16. Eu vou até fazer uma vaquinha para eles poderem trocar de carro este ano, enquanto isso eu continuo SD, enquanto o oficial que entrou depois de mim na PM vai sair capitão.

    ResponderExcluir
  17. gostaria de saber se para publicar comentarios aqui exige se requisitos, pois postei varios comentarios normais. e nenhum fou publicado.

    ResponderExcluir
  18. Pô! Se for alguma posição antagônica à do Sr. Halk não publicam. E eu achando que o espaço era aberto. Vou postar em outro blog onde seu "proprietário" não se melindra em postar opiniões contrárias às dele.
    Ant...

    ResponderExcluir
  19. Quase chorei ao ler a tal carta!!!

    Sigam o conselho do PCDF, peçam baixa!!! rsrsss

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa ser interpretado como crime militar ou comum. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial