> O que comemorar??? - BLOG DO HALK

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

O que comemorar???


Logo nosso "velho amigo" inativo ir celebrar o descaso, o abandono, o desprezo. Se muitos de nós da ativa, ainda, "nos viramos" com voluntário e alguns foram promovidos amenizando um pouquinho o arrocho salarial de mais de 04 anos sem reajuste, imaginem como andam nossos queridos inativos que não tiveram promoção alguma e nem sequer os vergonhosos R$ 200,00 da auxílio alimentação tiveram.

PARABÉNS BRAVOS GUERREIROS!!!! MAS IR EM SOLENIDADE NA MINHA OPINIÃO É DEMAIS!!!! 

80 comentários:

  1. ACORDEM INATIVOS!!!!!!!!! ULTIMAMENTE SÓ LHES SÃO REAJUSTADOS O DESPREZO POR PARTE DO GOVERNO, DIANTE DISSO, NÃO COMPAREÇAM A ESTA PEÇA TEATRAL!!!!!!!!! IMAGINEM A CARA DO CAMARADA SE NÃO APARECER NENHUM INATIVO, COMO FICA????? AH! SERÁ QUE O CAMARADA VAI APARECER COM O UNIFORME ALTERADO??????

    ResponderExcluir
  2. policiai criem vergonha na cara vcs inativos em vez de ir a esta bosta vai na reunião dia 24\10 lá sim vc vai poder saber como vai ser nosso futuro o seu o meu e de todos policiais que futuramente serão os futuros aposentados,unificação das policias esta é a solução para segurança publica,policial valorizado cidadão tranquilo e vagabundo na cadeia 10 milhão desmotivado e futuro aposentado...quero ser comandado por delega ai os oficiais piram vai acaba a mamata...

    ResponderExcluir
  3. Sou inativo e fui em todas as reuniões dos movimentos. Peço aos meus companheiros inativos que não compareçam a essa farsa hipócrita que estão preparando. Temos o que para comemorar? chega lá e a rodinha de oficial vai lembrar das falcatruas e prisões de nós praças, da cadeia que deu no cb, do sd que mandou pra rua e por aí. Para piorar ainda ter que ver a cara desse bossal comandante/ aí meu coração não aguentaria e entraria em colapso na hora. Eu tô fora!! tenho vergonha na minha cara!

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente acreditamos que uma polícia militarizada só traz "vantagens" aos senhores oficiais. Lamentavelmente, esta "vantagem" decorrente do militarismo acarreta em prejuízos a toda sociedade civil e em grau ainda mais intenso a toda uma categoria de profissionais, estendendo-se aos seus familiares. Não basta o "peso" de ser um agente da lei, ainda temos que arcar com o peso do militarismo, que via de regra é o que mais estressa os policiais militares.


    Olhem em volta! A sociedade não sente simpatia pelo militarismo, pelo contrário, somos discriminados e repelidos. Manter uma instituição militarizada apenas para ter certeza da garantia da ordem e a disciplina é subestimar seus integrantes. É isso?


    A tropa é considerada burra? Só sabe trabalhar a base de ordens? Da coerção? Se esse for o entendimento, então dissolvam a instituição, porque certamente a sociedade não quer ter que custear este tipo de servidor.


    Logo que ingressamos no meio militar, aprendemos (extra oficialmente) que "não podemos ponderar" ou perguntar, que "nosso corpo não nos pertence mais", somos "propriedade do Estado", temos que cumprir nossas ordens custe o que custar... "Missão dada, missão cumprida!". Conseqüentemente, acabamos perdendo parte do amor próprio, a nossa auto-estima se acaba.


    Somos doutrinados (extra oficialmente) a nos achar completamente diferentes do cidadão civil. Deus me livre reivindicar algo! Se o militarismo silenciou uma nação, imagina o que não faz com seus integrantes! A bem da verdade, hoje tenho medo de estar participando deste fórum.

    ResponderExcluir
  5. Na minha vida de Militar27 de setembro de 2012 01:52

    Temos que ofertar direitos humanos ao cidadão comum, porém, como não somos civis, vivenciamos que na pratica os direitos humanos não têm aplicabilidade no trato entre militares. Ou seja, pertencemos a uma espécie de "ditadura militar", mais temos que garantir os direitos civis dos cidadãos deste estado democrático de direito.


    Por uma questão de "sobrevivência" psicológica, tentando buscar um pouco de segurança, somos obrigados/ convidados/ induzidos a "puxar o saco" dos senhores oficiais; do contrário, pode custar caro, isso porque somos concursados. Que humilhação! É uma vergonha! Porém o ego do senhor oficial (maioria deles) se infla como nunca!!! Pior que essa bajulação tem que estar disponível sempre, 24hs por dia.


    Para constatarmos o quanto é hipócrita o militarismo de nossas policias militares, basta comparar o plano de carreira dos praças com o dos senhores oficiais. O cidadão leigo entende que militar é aquele que tem uma carreira, vai galgando promoções...


    Em SC é comum termos policiais militares com ótimo comportamento, nível superior, cursos de interesse da PM e mais de 20 anos de serviço; porém, ainda são soldados e estão longe de uma promoção. Sei de um soldado com 24 anos de serviço...


    Já para os senhores oficiais é diferente, a carreira existe e funciona. Só nos últimos 6 (seis) anos, foram aproximadamente 2 mil promoções para os aproximados 700 oficiais que existem aqui em SC, cada oficial galgou em média 2,86 promoções.

    ResponderExcluir
  6. Na minha vida de Militar Sofri27 de setembro de 2012 01:53

    Quanto ao proletariado, foram aproximadas 4 mil promoções para os aproximados 12.000 praças, cada praça galgou em média 0,33 promoções. Ou seja, em média os oficiais são promovidos quase 9 vezes mais rápido que os praças. No caso dos soldados é ainda pior.
    Assim como o senhor Aurélio (do dicionário!), eu sempre achei que a função de comando, chefia e representação, fosse intrínseca da atividade e função dos oficiais; outrossim, aqui em SC eles recebem INDENIZAÇÃO por desempenhar estas atribuições.


    Enquanto isso, sem receber qualquer indenização, o soldado linha de frente que não fica atrás de uma mesa, fica sujeito a ter que pagar por uma viatura batida. Fica sujeito a ter que contratar um advogado para defender-se em juízo, mesmo que seja inocente, isso quando não é condenado, criminalmente ou civilmente. Sem adentrar no mérito do maior risco de morte/ acidente...


    Aos oficiais os louvores, aos praças os rigores!


    Várias instituições, inclusive policiais, funcionam muito bem sem o militarismo, elas jamais tiveram a pretensão de militarizar seu regime.


    Resolver de forma egoísta o meu problema é fácil, basta procurar outro emprego. A questão é que eu acredito que uma polícia militarizada gera prejuízo a toda sociedade. Alias, eu ainda não saí da PM porque eu amo a minha missão, assim como a grande maioria dos praças que conheço.


    Vários oficiais "jogam na cara" dos praças que essa é a regra, a PM sempre foi assim, entrou por que quis, pede pra sair... Diante deste tipo de resposta eu pergunto. Não deveríamos voltar ao regime de escravidão? Não deveríamos voltar a ser colônia de Portugal? Voltar a ser uma monarquia? Não deveríamos voltar a achar que a Terra é plana? Os militares poderiam voltar a não ter direito a aposentadoria como era nos tempos remotos?

    ResponderExcluir
  7. Na minha vida de Militar Sofri não quero27 de setembro de 2012 01:54

    Enfim! Um ser que se diz racional, tem a obrigação de evoluir, não pode se dar ao luxo de ostentar um modelo arcaico e ineficiente por uma simples questão histórica ou de comodidade aparente. A polícia militarizada pode resolver um problema -dos oficiais e comandantes -mais acaba gerando vários outros mais graves.


    Se o fim do militarismo na policia conseguir evitar o suicídio de 1 único policial militar ou a tortura de 1 único cidadão, certamente já terá valido a pena!


    Fiquemos com a atividade policial (segurança pública) e deixemos o militarismo (rituais, solenidades, desfiles, blá blá blá...) para as forças armadas.


    DESMILITARIZAÇÃO pra ontem!

    Continue assinando a nossa petição pela desmilitarização:

    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N28583

    ResponderExcluir
  8. Na minha vida de Militar Sofri não quero27 de setembro de 2012 02:00

    Continuar com uma policia que continua a não dá valor ao policiais e bombeiros da ativa, quiça os da inatividade, sei que muitos policiais querem aumento salarial, eu também quero, mais enquanto tivermos está palavrinha em nosso nome: MILITAR, seremos tratados como massa de manobra, não poderemos lutar com dignidade por um salário melhor, tanto para nós quanto para os inativos, não podemos deixar que a PETIÇÃO seja deixada de lado, precisamos conseguir 1% de todo eleitorado do Brasil, somente assim você terá direito de lutar por seus verdadeiros direitos, a lei é clara, precisa ser das 5 Regiões do Brasil, somente assim poderemos apagar o nome: MILITAR, depois que isso acontecer será criada uma nova Policia, então companheiros inativos e da ativa, vamos assinar a petição, desde já agradeço os 884 cidadão que assinaram a petição, que JESUS ilumine seu caminho.

    ResponderExcluir
  9. Deus te Abençoe Halk, ÓTIMO TRABALHO... a desmotivação esta cada dia maior e dificil de segurar, preciso de um médico urgênte ou a alegria de colocar uma comida descente em casa para meus filhos e dar lazer para toda a minha familia e educação de qualidade... era tudo que eu queria, riquezas não me interessa quero e ver a justiça acontecer, nada mais nem menos... dinheiro para investir tem, falta dignidade e coerência humana e nacionalismo para fazer o justo, se valorizar o profissional da segurança pública com certeza os indices de criminalidade vão abaixar bruscamentes e ficar em indices aceitaveis, aqui em brasília temos a media de 5 homicidios por semana o que dá em media de 1 (um) homicidio a cada 100.000 habitantes por mês aqui em Brasília, sendo que na Suiça (sim um país mesmo, não é cidade) Tem a taxa de menos 1 (um) homicido a cada 100.000 (cem mil)habitantes por "ANO", a capital do Brasil consegue ter 12 vezes maior a taxa de homicidios que um pais inteiro, o Brasil tem uma taxa de mais de 20 homicidios chega a ter mais de 20 vezes homicidios ao ano comparando com o país da Suiça... E lá a o uso de arma é mais liberal que nos E.U.A, mostrando ao mundo que um povo armado nem sempre é o mais violento, isso "SE CHAMA INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO E CULTURA, PESADAMENTE, IMAGINA ESSA VERBA DA COPA DO MUNDO SENDO INJETADA NA EDUCAÇÃO DE BASE DO BRASILEIRO POR 10 ANOS???? TERIAMOS SUPER MEGA INTELECTUAIS PARA AS GERAÇÕES ADIATE... BASTA QUERER, APRISIONAR UM POVO NA MEDIOCRIDADE POR 50 ANOS OU TER UMA NAÇÃO INTELIGENTE E INDEPENDENTE EM 10 ANOS...

    " Os homicídios no Brasil tiveram aumento de 259% no período de 30 anos, segundo a pesquisa divulgada pelo Instituto Sangari nesta quarta-feira. Segundo o "Mapa da Violência", o número passou de 13,9 mil em 1980 para 49,9 mil em 2010.

    Veja a pesquisa na íntegra

    Com o crescimento da população nesses 30 anos, a taxa de homicídios passou de 11,7 em cada grupo de 100 mil habitantes em 1980 para 26,2 em 2010. A pesquisa foi feita com base em informações do Ministério da Justiça e do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde.

    De acordo com o relatório, a média anual de mortes por homicídio no país supera o número de vítimas de enfrentamentos armados no mundo. Entre 2004 e 2007, 169,5 mil pessoas morreram nos 12 maiores conflitos mundiais. No Brasil, o número de mortes por homicídio nesse mesmo período foi 192,8 mil. Na suiça são cerca de 1,908 (Mil e novessentos e oito) homicidios ao ano, 70% deles são de crimes parcionais ou seja envolvendo briga de familiares. Multiplica isso por 26 e vai ter o resultado de quantas pessoas morem aqui no Brasil vitimas de homicidios, sendo que 80% deles são crimes envolvendo alta violência urbana. (1,908 x 26,2 = 49,9 mil homicidios ao ano, para se ter noção a guerra do vietnã durou quase 20 anos, matando cerca de 60.000 mil americanos e do lado vietnamita cerca de 500.000 mil mortes, que dá 560.000 mil mortos em 20 anos, divide isso daria uma media de 28 mil mortes ao ano em uma "GUERRA DECLARADA E ABERTA" a taxa de homicidios no Brasil ao ano sem guerra é o dobro disto e não temos tanques ou helicopteros em nossa guerra não declarada... acorda Brasil...




    ResponderExcluir
  10. Na condição de inativo e por amor a minha família, não participarei deste embuste, deste circo armado.
    Conclamo a todos os inativos que façam o mesmo, diga não as drogas.

    ResponderExcluir
  11. A marcha da insensatez de alguns Distritais e dirigentes do Sinpol


    Nas últimas semanas a Bancada da Segurança na Câmara Legislativa e dirigentes do Sinpol, Sindicato dos Policiais Civis, começaram uma campanha para questionar a destinação de recursos do Fundo Constitucional para ajudar no custeio da Educação e Saúde. Primeiro eles conseguiram aprovar a convocação do Gestor do FCDF para explicar o investimento deste recurso. Agora querem abrir uma CPI para investigar uma suposta diminuição da parcela da Segurança no FCDF e, claro, questionar o repasse para a Educação e Saúde.

    A Constituição Federal afirma que o FC é para “manutenção” da Segurança e “assistência financeira” à Educação e Saúde. Portanto, este fundo não é para bancar apenas a Polícia Civil, Militar e Bombeiros, mas também para assistir financeiramente as outras duas áreas. Além disso, se o objetivo é mesmo construir uma sociedade minimamente civilizada, com fundamento na cultura de paz e justiça social, o lógico é aumentar o investimento na Educação, diminuindo a necessidade de gasto no aparelho repressor do Estado.

    Falo e repito: é um equívoco enorme da Bancada da Segurança na CLDF e de alguns dirigentes do Sinpol transformarem a luta por melhores salários, luta esta que apoiamos integralmente, numa guerra entre categorias para excluir do FC as áreas de Saúde e Educação. Será que eles não sabem que no Congresso Nacional há até movimento de parlamentares de outros Estados para acabar com este Fundo ou mesmo congelar sua correção?

    Ou seja: esta luta equivocada pode mesmo é acabar prejudicando os servidores das três áreas essenciais do serviço público local.

    Por fim um alerta: os Deputados Distritais que estão promovendo esta marcha da insensatez serão todos devidamente denunciados à população. Se é para discutirmos democraticamente a aplicação dos recursos do FC estaremos à disposição. Mas se continuarem nesta estratégia de reivindicar o monopólio da Segurança no Fundo Constitucional, com certeza, vamos denunciar aos milhares de alunos, pais e comunidade usuários da Rede Pública de Saúde e de Educação.

    .
    Washington Dourado


    comentário de professores:
    "Depois o Sinpro paga o aluguel do carro de som das assembleias da PM, vai bancar as ideias deles, é isso que dá." Luciano M. Lopes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É por frases dessa natureza que o NMU não pede pinico a ninguém. Se um comentário desses é vinculado na rede por UM PROFESSOR (cidadão supostamente esclarecido e centrado), imagine por outras categorias que não dispõe da mesma qualificação?
      Nosso apoio chama-se PRAÇAS PMDF e BMDF!

      Tenente poliglota...

      Excluir
  12. Se o fundo constitucional é para custear a segurança pública que ele primeiro cubra as necessidades dessa área reajustando e corrigindo salários dos policiais que já estão a muito defasados. O que adianta cobri um santo e descobri o outro. Neste estado de desvalorização das policiais a tendência dos problemas da segurança pública e a desordem é aumentar a curto prazo tornado todos nós vítimas, por conta da má gestão deste desgoverno do PT.

    ResponderExcluir
  13. REUNIÕES SETORIZADAS

    Regiões Administrativas com policiais e bombeiros militares, conforme cronograma .

    A 1ª já está definida para as cidades de Santa Maria, Gama, Novo Gama, Valparaíso I e II e Cidade Ocidental,

    a ser realizada em Santa Maria no dia 29 de setembro, às 09:00 horas no Colégio Nossa Senhora Aparecida na QR 218, Lote E, avenida Alagados.

    POLICIAIS e BOMBEIROS ,
    compareçam , participem, sua presença é fundamental.

    Mais do que nunca precisamos estar mobilizados e conscientes da nossa situação.

    Estamos em uma "guerra", e para vencer este gigante, só com
    UNIÃO, CORAGEM, INTELIGÊNCIA, MOBILIZAÇÄO,
    contamos com todos VOCÊS.

    ELIOMAR .
    NOVO MOVIMENTO UNIFICADO – N.M.U

    ResponderExcluir
  14. Anônimo26 de setembro de 2012 20:39
    Ok,
    Halk e Tenente Poligota;

    Eu errei em citar os nomes dos investigados.
    Como eu entrei em contato com pessoal da Polícia Civil do DF e consegui dados destas investigações resolvi colocá-las aqui no blog.
    Mas os Senhores tem toda razão e merecem os devidos elogio por tal.

    A notícia pode então ser colocada assim:

    "Estão sendo investigados oficiais da PM,por diversos crimes contra a ordem Tributária, contra a administração, Lavagem de dinheiro e Tráfico inter-estadual de drogas e armas".

    Alguns destes oficiais possuem sociedade em construtoras que tem contratos com a extinta delta e entraram também no esquema dos caça-niqueis.
    Um destes elementos foi comandante do Batalhão escolar e faz parte da Corregedoria.
    Além do mais, diversas obras da PM são suspeitas de superfaturamento e diversos crimes contra licitações.

    Se alguém souber mais informações, seria interessante entrar em contato com a DPE para ajudar na solução destes caso.

    Atenciosamente

    União Praças e Polícia Civil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu amigão, é isso aí. Temos inteligência suficiente para lutarmos contra um SISTEMA mostrando que não somos frágeis.
      É para frente.

      Excluir
  15. Companheiro joga no blog o telefone da DPE e se possivel os cantatos...Unidos venceremos

    ResponderExcluir
  16. HOJE TEMOS EM BRASILIA:
    MILITARES ATIVOS DA PMDF

    TOTAL: 15.165 POLICIAIS

    INATIVOS: 13.488

    PENSIONISTAS: 8.791

    DEPENDENTES EM IDADE PARA ASSINAR A PETIÇÃO - PMDF:

    44.512

    PESSOAS EM IDADE ELEITORAL EM 2014-PMDF

    TOTAL:81.956

    MILITARES ATIVOS DA CBMDF

    TOTAL: 5.936 BOMBEIROS

    INATIVOS: 2.145

    PENSIONISTAS: 1.407

    DEPENDENTES EM IDADE ELEITORAL-CBMDF

    22.343

    PESSOAS EM IDADE ELEITORAL EM 2014-CBMDF

    TOTAL: 31.831

    ELEITORES DIRETOS-TOTAL (PMDF+CBMDF)

    113.787 QUE PODERIAM ASSINAR A PETIÇÃO

    TEMOS FORÇA PARA PARA CONSEGUIR A CARTA DE ALFORRIA, MAIS COMO ESTAMOS PREOCUPADOS COM O AGORA, NÃO PENSAMOS NO FUTURO, É UMA PENA AS PESSOAS NÃO OLHAREM QUE ENQUANTO VOCÊ ESTIVER COMO POLICIAL MILITAR OU BOMBEIRO MILITAR AS COISAS NUNCA IRÃO MELHORAR, POIS ESTE NOME E A FALTA DE DIREITOS FAZEM COM QUE OS POLITICOS NUNCA ATENDAM AS NOSSAS DEMANDAS, NÃO SOU CONTRA A LUTA PELO AUMENTO SALARIAL, SOU A FAVOR SIM POIS AFINAL SOU TAMBEM PRAÇA, MAIS OLHANDO A PETIÇÃO VEMOS QUE TEMOS POUCOS INSATISFEITO COM ESTE MILITARISMO QUE TOLHE NOSSOS DIREITOS, HOJE ESTAMOS PREOCUPADOS APENAS COM AUMENTO, HORA QUANDO CONSEGUIRMOS ESTE AUMENTO, MAIS A FRENTE SERÁ OUTRA LUTA, HUMILHAÇÃO PARA CONSEGUIR NOVAMENTE OUTRO AUMENTO, É UMA PENA PENSARMOS SOMENTE NO HOJE, COMO VAMOS FAZER AMANHÃ, HOJE PRECISAMOS DE 1.500.000 ASSINATURAS, MAIS O QUE VEMOS É QUE MUITOS ADORAM SER MILITAR, VOU PEDIR AO IDEALIZADOR DA IDÉIA DESISTIR, ESTAMOS SATISFEITOS PELO MODO QUE SOMOS TRATADOS, COMO MASSA DE MANOBRA E ESCRAVOS, SEJAM FELIZES AMIGOS.

    ResponderExcluir
  17. - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA ESPECIALIZADA (retirado do blog do Poliglota)

    --------------------------------------------------------------------------------

    Setor de Areas Isoladas Sudoeste Bloco D - Brasília DF - CEP.: 70.610-200

    Contatos: 3362-5867 (plantão), 3362-5825, 3362-5697 (fax)

    DCRFV - Divisão de Cadastro de Roubos e Furtos de Veículos: Desenvolve importante trabalho de identificação veicular para inserção de veículos na frota do DF.
    TEL:3362-5890

    DCCP - Divisão de Controle e Custódia de Presos: Responsável por todos os procedimentos relativos à pessoas apresentadas para recolhimento carcerário, proceder recolhimento ou soltura, cuidar da guarda, vigilância e movimentação dos custodiados até o encaminhamento ao Sistema Prisional.
    TEL:3362-5832 e 3362-5637

    CH - Coordenação de Repressão a Homicídios: Coordena as investigações de crimes contra a vida, com especialização e profissionalismo em favor da sociedade.
    TEL:3362-5894 e 3362-5858

    CAD - Coordenação Antidrogas: Coordena a investigação de crimes de tráfico e uso de drogas, com especialização e profissionalismo em favor da sociedade.
    TEL: 3233-5913 e 3362-5912

    DPCA - Delegacia de Proteção à Criança e ou Adolescente: Compete a investigação e apuração de fatos em que a Criança ou o adolescente aparecem como vítimas.
    TEL:3362-5944 e 3362-5644

    DECON - Delegacia do Consumidor: Compete reprimir e apura ilícitos contra o consumidor, fiscalização dos comércios e indústrias, participação em campanhas educativas em conjunto com outros órgãos de defesa do consumidor.
    TEL:3362-5634 e 3362-5935

    DEF - Delegacia de Defraudação e Falsidade: Compete executar as investigações de delitos praticados por meio de falsificação e fraude de autoria ignorada, que estejam dentro das atribuições da polícia civil.
    TEL:3362-5904 e 3362-5902

    DRRF - Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos: Compete ainda, apurar os crimes de furtos de autoria ignorada. Compete reprimir e investigar os crimes de roubo e crimes relacionados, em especial a atuação de quadrilhas organizadas e latrocínios cuja autoria não foi identificada nas delegacias da área.
    TEL:3362-5766

    DRFV - Delegacia de Roubos e Furto de Veículos: Compete reprimir e investigar os crimes de formação de quadrilha, roubo, furto e receptação, vinculados a veículos automotores.
    TEL:3362-5880 e 3362-5883

    DCPI - Delegacia de Captura Policial Interestadual: Compete executar ações inerentes ao cumprimento de Mandados de Prisão, Alvarás, Cartas Precatórias, recambiamento de pessoas presas e localização de pessoas. Compete ainda, organizar e manter arquivos de bancos de dados com informações sobre antecedentes criminais e pessoas procuradas.
    TEL:3362-5773 e 3362-5671 (fax)

    ResponderExcluir
  18. - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA ESPECIALIZADA (retirado do blog do Poliglota)

    --------------------------------------------------------------------------------

    DOT - Delegacia de Crimes Cotnra a Ordem Tributária: Compete reprimir e apurar as espécies tributárias de competência do Distrito Federal, cabendo, em princípio, alcançar os autores de supressão dos tributos: ICMS, ISS, IPVA, ITBI, IPTU, TAXAS e Contribuição de melhorias.
    TEL:3362-5663 e 3362-5666

    As demais unidades não se encontram dentro do Complexo Policial. São elas:

    DCA - Delegacia da Criança e do Adolescente: EQN 204/205 - Asa Norte - Brasília/DF- CEP.: 70.842-450
    TEL:3307-7400 e 3307-7431
    Compete reprimir atos infracionais praticados por criança ou adolescente no Plano Piloto, Cruzeiro, Guará, SAI, Lago Norte e Sul, Núcleo Bandeirante, Sobradinho, Planaltina, Gama, Riacho Fundo, Santa Maria, Paranoá e São Sebastião.

    DCA2 - Delegacia da Criança e do Adolescente: QNM 2 Conj. F Casa 01/03 - Ceilândia - CEP.: 72.210-026
    TEL:3471-8600 e 3471-8628
    Compete reprimir atos infracionais praticados por criança ou adolescente em Taguatinga, Ceilândia, Brazlândia, Samambaia e Vicente Pires.

    DEAM - Delegacia Especial de Atendimento á Mulher: EQS 204/205 Asa Sul - Brasília/DF - CEP.: 70.234-400
    TEL:3442-4300 e 3442-4328
    Compete a prevenção, repressão e investigação dos crimes praticados contra a mulher em todo o Distrito Federal. Participa ativamente dos eventos a fim de orientar as mulheres na prevenção da violência doméstica e nas providências tomadas preliminarmente quando forem vítimas.

    DRPI - Delegacia de Repressão a Pequenas Infrações: Fórum José Júlio Leal Fagundes
    SMAS Trecho 3 Lotes 4/6 Bloco 1 – Térreo - Brasília/DF - CEP : 70.340-903
    TEL: 3213-8800 e 3213-8807
    Compete a lavratura de Termos Circunstanciados de delitos de menor potencial ofensivo, conceituados nos termos da Lei n. 9.099/95 e suas alterações.

    DECAP - Divisão Especial de Repressão aos Crimes Contra a Administração Pública
    Setor de Indústria e Abastecimento - SIA Trecho 02, Lote 2010, 1º Andar - Prédio da Polícia Civil - CEP: 71.200-020 - Brasília/DF
    Telefones: (61) 3403-8600
    Endereço eletrônico: decap@pcdf.df.gov.br

    DECO - Divisão Especial de Repressão ao Crime Organizado
    Setor de Indústria e Abastecimento - SIA Trecho 02, Lote 2010, 1º Andar - Prédio da Polícia Civil - CEP: 71.200-020 - Brasília/DF
    Telefone: (61) 3462-9500 / 3462-9508
    3462-9505
    FAX: (61) 3462-9525
    Endereço eletrônico: deco@pcdf.df.gov.br

    DICOE - Divisão de Controle de Denúncias e Ocorrências Eletrônicas
    EQS 208/408, Bloco B - Área Especial - Brasília/DF
    Telefones: (61) 3244-4138 / 3244-4187
    FAX: (61) 3242-8575
    Endereço eletrônico: dicoe@pcdf.df.gov.br

    DOE - Divisão de Operações Especiais
    Setor de Garagens Oficiais Norte – SGON , Quadra 5, Lotes 02/07
    CEP 70610-650 – Brasília/DF
    Telefones: (61) 3441-3205 / 3441-3246
    FAX: (61) 3441-3241
    Endereço eletrônico: doe@pcdf.df.gov.br

    DRS - Divisão de Repressão a Seqüestros
    Setor de Garagens Oficiais Norte – SGON , Quadra 5, Lotes 02/07
    CEP 70610-650 – Brasília/DF
    Telefones: (61) 3341-3252 / 3341-3255
    FAX: (61) 3341-3208 / 3341-3253
    Endereço eletrônico: drs@pcdf.df.gov.br

    ResponderExcluir
  19. ESTE TAL DE PATRICIO É DA AREA DA SAUDE OU SEGURANÇA?

    "O presidente da Câmara Legislativa (CLDF), deputado Patrício (PT), informou a diretoria do SindSaúde que o projeto de lei (PL) da Gratificação de atividade Técnico-Administrativa (Gata) está sendo finalizado na Secretaria de Administração (SEAP/DF) para ser encaminhado ao governador Agnelo Queiroz.
    A informação foi dada ao presidente do SindSaúde, Agamenon Torres, e a diretora Marli Rodrigues durante reunião com o deputado Patrício – realizada na manhã de quarta-feira (26/9). “Entrei em contato com o Wimar Lacerda (secretário de Administração) e ele me garantiu que estão sendo feitos os últimos ajustes no PL”, avisou Patrício."
    CONTINUEM VIBRANDO SEUS BABACAS E NAS PROXIMAS ELEIÇÕES CONTINUEM VOTANDO EM GENTE COMO ESSA.

    ResponderExcluir
  20. ESTAMOS SATISFEITOS PELO MODO QUE SOMOS TRATADOS, COMO MASSA DE MANOBRA E ESCRAVOS

    ResponderExcluir
  21. SE DEPENDER DA POLÍCIA MILITAR, ESSE DEPUTADO NUNCA MAIS NA VIDA ALCANÇARÁ UM MANDATO ELETIVO, SEJA DISTRITAL OU FEDERAL.PARA QUE ELE CONSIGA NOVAMENTE O APOIO DAS TROPAS TERÁ QUE FAZER ALGO "SOBRENATURAL" E COMO "SOBRENATURAL" É COISA QUE SÓ DEUS TEM O PODER DE FAZER.... ADEUS PATRÍCIO! QUANTO A SEUS ASSECLAS IMUNDOS, SÓ LEMBRAMOS QUE MAIS CEDO OU MAIS TARDE VOLTARÃO AO CONVÍVIO DA CASERNA, A NÃO SER QUE PEÇAM BAIXA POR COTAS E CONTINUEM A LAMBER A B.. DESSE DEPUTADO TRAIDOR.

    ResponderExcluir
  22. CORONEL*** ANTES DA RR


    VEJAM O QUE O TAL DO VÍTOLA ESCREVEU SOBRE A REUNIÃO NO COPM DO DIA 04/07/11.

    Foram decididos, depois de muitos discursos, que não vamos mais participar das reuniões com o pessoal da Rede Democrática e do Grupo “Só queremos o que é justo”.

    São Praças muito agressivos e não aceitam nada que não seja para beneficio deles próprios.

    O Fraga esteve lá e se comprometeu a, como Presidente de Partido Político (DEM) que tem dois deputados na CLDF, a ajudar os pleitos dos Oficiais e no Congresso Nacional.

    Foi decidido elaborar uma correspondência ao Governador informando que o Deputado Patricio não é o representante dos Oficiais da PM e do CBMDF.

    Foi decidido também , no momento adequado, elaborar uma Carta Aberta a População narrando todos os fatos ocorridos e seus desmembramentos contra e à favor da sociedade.

    Temos que criar, para esta difusão, um fato jornalístico e/ou evento midiático para esta divulgação.

    Paz e alegria.
    Vítola


    PS: BONS CONSTUMES... ONDE, miLITARES?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Foi decidido elaborar uma correspondência ao Governador informando que o Deputado Patricio não é o representante dos Oficiais da PM e do CBMDF."

      Acorda, Deputado CB Patrício!

      Excluir
  23. CORONEL*** DEPOIS DA RR


    Tenho pena dos praças que, por ventura, tenham procurado a Policlínica para resolverem seus problemas..!!! Os Oficiais Superiores tem acesso direto aos números funcionais dos oficiais médicos e ainda são tratados dessa forma.?tenho certeza que nem se dignariam a dar atenção aos Sd/Cb/SgtSt.!!

    Sorte daqueles que tem condições de ter um convênio médico fora da PMDF..!!!

    v\:* {behavior:url(#default#VML);} o\:* {behavior:url(#default#VML);} w\:* {behavior:url(#default#VML);} .shape {behavior:url(#default#VML);}

    Pois é!

    É preciso que você volte urgentemente para chefiar a equipe de saúde da PM.

    Lembro que estive internado no Hospital Santa Helena com uma hemorragia digestiva e você esteve lá dando uma importante atenção.

    Acabo de chegar de um "TILT test", onde a médica que o realizou me orientou para que procurasse um cardiologista com urgência.

    De pronto liguei para o celular funcional do TC MED Julio Cesar, que demorou 3 ligações para atender com um ALÔ!

    Se o telefone é funcional, é obrigatório que se identifique de imediato.

    Perguntei quem era e não respondeu, como se não tivesse entendido.Perguntou com quem queria falar e disse que com o TEN CEL MED JULIO CÉSAR e perguntei quem falava.

    Depois de me identificar por 2 vezes e perguntar quem era, ele respondeu apenas: JULIO CESAR, como se não tivesse a responsabilidade funcional que o cargo lhe atribui e que usava um telefone da PM e não um particular.

    Depois de explicar o meu caso ele falou apenas que procurasse um dos hospitais conveniados (nem se dignou a informar quais teriam convênio com a PM e qual teria o serviço de Cardiologia para os PMS) .

    Perguntei pelo TC Neander, com o qual já havia falado sobre o meu caso e ele se prontificou a me acompanhar depois da passagem para a reserva do TC MED Freitas e le se prontificou a me atender.

    Ele respondeu então que o Neander não iria me atender, pois estava na função de Diretor da Policlínica

    Com profissionais como este, a PM vai deteriorando cada vez mais o nível de atendimento nossa familia Policial Militar, com graves consequências nas ruas (saudades do tempo dos 86% de credibilidade popular!).

    Desculpe o desabafo, mas não me contive!


    Paz e alegria.'.

    Cel RR Vítola


    PS: PELA ORDEM... ONDE?

    ResponderExcluir
  24. Suamy Santana da Silva .'.

    Você é um podre, limitado !

    ResponderExcluir
  25. Eu quero sair da PMDF! OFICIAL PM UNB

    Só fazendo uma análise crítica,

    Tudo bem, praças, eu sou Tenente da penúltima turma de CFO rssss

    Tenho até receio de falar que sou oficial. Nesta altura do campeonato, mas anônimo,dá nada!
    Eu quero sair da PMDF também, estou estudando para outros concursos, especialmente polícia civil.

    Nosso CMTE Geral é uma Mula.
    Ele conseguiu acabar com a PMDF, semana passada, fui a uma solenidade em que ele estava puxando saco dos políticos e sabe o que ele falou, eu estava lá.
    NÃO LIGO PARA O QUE OS MEUS MILITARES ACHEM OU DEIXEM DE ACHAR, EU FIZ UM ACORDO COM A CABE E O UNIFORME VAI MUDAR,NEM QUE DEPOIS VOLTE O QUE ERA ANTES!

    Quando eu ouvi essa porra, me deu vontade de sair da PM e pedir baixa na hora! Estou com esse pensamento até agora na mente!

    Acordei na realidade e vi que o que me colocaram na cabeça durante três anos de academia, foi pura lorota.

    Valeu

    2º TEN Novim tb pq não! rssss


    ResponderExcluir
  26. Portal R7

    Uma campanha atribuída a FEIPOL – Federação Interestadual dos policiais civis do Centro Oeste e Norte – está circulando pela rede mundial de computadores. Nos vídeos, com mensagens em português, inglês e espanhol, os policiais alertam para a falta de segurança no Brasil. Um dos trechos da gravação aparece em letras garrafais “O Brasil não é um lugar seguro”. Mais a frente, depois de várias imagens de confrontos entre policiais e bandidos, outra frase: “Na copa do Mundo o que estará em jogo é a sua vida”.

    Segundo fontes na FEIPOL, o vídeo foi criado com o objetivo de conscientizar a população e alertar os turistas que virão ao país assistir aos jogos. Em mensagem divulgada pela rede social Facebook, os policiais afirmam que não estão conseguindo nem defender-se da violência, quanto mais, garantir a segurança dos milhares de turistas que virão ao Brasil para acompanhar os jogos. “O Brasil não está preparado para oferecer segurança aos turistas, pois as principais vítimas da violência têm sido os policiais. Se não estamos conseguindo nos proteger, como iremos proteger você?”

    ResponderExcluir
  27. UNIÃO PRAÇAS E POLICIAIS CIVIS!

    O Brasil vive um momento novo na segurança pública. A elevação do nível intelectual dos policiais, em função dos concursos públicos exigidos pela Carta de 1988, engendrou uma conscientização política que está surpreendendo os governantes. Assim, categorias profissionais que anteriormente não reivindicavam direitos e garantias, agora agem com disposição para que os gestores cumpram os respectivos papéis.

    As polícias militares, que até pouco tempo eram constituídas por inúmeros incultos, hoje são compostas por praças que se destacam pela formação educacional. Não é raro encontrar soldados bacharéis, pós-graduados, mestres e até doutores. São cérebros que constituem um novo perfil para as forças de segurança e exigem uma relação contemporânea entre subordinados e superiores hierárquicos.

    DELEGADOS NO COMANDO... JÁ!


    ResponderExcluir
  28. Quando acabar a disciplina na Corporação, acabará a Polícia Militar, pois a hierarquia e a disciplina são suas bases institucionais. Nós temos um regulamento disciplinar extremamente rigoroso, tão rigoroso que dá margem para punições injustas e é impossível seguí-lo à risca o tempo todo. O cumprimento do bom serviço depende, dentre outros fatores, da valorização profissional. Valorização profissional é formação, treinamento e qualificação adequados, mas também é salário digno. Não adianta somente ser um policial super treinado e qualificado, também é preciso um salário adequado.

    CAP ACADEMIA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É preciso acabar com o Militarismo!
      Isso sim,
      Colocar os senhores oficióides em um papael secundário ou mandá-los de volta para as Forças Armadas!

      Quem vai dar treinamento?? A PM???

      Olhe os cursos desta porra, que é tudo desvio de dinheiro público.

      CFP, 11 meses de nada...
      CFO, um CFP de 3 anos.

      Catar folha e marchar e lavar privada!

      Vai tomar no cú sanguessuga!

      União praças e policiais civis por uma polícia única

      Excluir
  29. Sou favorável a colocar o Exército nas ruas, mas não porque a PM não está pronta para combater o crime, pelo contrário. No Rio de Janeiro nós temos por volta de 1 policial para cada 400 habitantes. É um número baixo. Além disso, o aparato logístico do Exército é bem vindo. São homens, carros, helicópteros e equipamentos a mais. O efeito seria o mesmo do policiamento ostensivo já feito pela PM: presença de homens fardados e armados, coibindo atividades delituosas. Por mais que possam dizer não serem os mais preparados para o enfrentamento direto com criminosos, seriam muito importante dando suporte às operações e aumentando o patrulhamento na ruas. Porém esse apoio deve ser pontual e temporário. Nem a PM, nem a Força Nacional e nem o Exército são onipresentes e não ocuparão permanentemente e de forma efetiva área nenhuma. Não são a solução.

    Políticas públicas combatem o crime...


    OFICIAL SUPERIOR ATENTO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que o Senhor sabe de segurança?! Boçal! Vai catar papel!

      Qu quero a vinda do exército,da força nacional e de tudo porque????

      Porque a PM é um lixo!
      Não por causa dos praças que cumprem um papel significativo na segurança pública.
      Mas por causa dos débeis mentais dos Oficiais que só sabem, passar a fardinha e olhar se o coturno esta engraxado!

      Vai para forças armadas! Cuzão!
      Deixa a segurança pública com quem sabe fazer segurança. Praças e policiais civis!

      Fim do Militarismo já!

      Excluir
    2. O que temos que combater nesse pais é a CORRUPÇÃO instalada nos três poderes da república incluindo-se ai os níveis União, Estados e Municípios. Porém, combater quinhentos anos de corrupção seria uma utopia.

      Excluir
    3. A nossa parte é acabar com 200 anos de corrupção feita por oficiais numa instituição corrupta e injusta que só beneficia esses seres,oficiais, em face de homens dignos e de boa conduta os Praças!

      PS: Os oficiais já derramaram muita lágrima e sangue injusto dos praças!
      A Lei aurea libertou os escravos negros, agora temo que ter um instrumento para libertar os praças!

      Excluir
    4. Ideologia

      “ Não há despreparo. Há um preparo para abordar de forma truculenta, torturar, e criminalizar os movimentos sociais”. A indignação de Ângela Mendes de Almeida, coordenadora do Observatório de Violências Policiais, da PUC-SP), se dá, agora, pelo que ocorreu no caso da desocupação da reitoria por estudantes, em que foram deslocados até helicópteros. “É a mesma coisa que fazem no Rio, para invadir o morro da Rocinha e do Alemão; é para o público ver, um espetáculo”, critica Ângela.

      Os mais desavisados defendem que o conjunto do policiamento militar no Brasil cometa excessos por despreparo. Mas corriqueiramente, nossos policiais, por ato contínuo, põem a mão na arma a torto a direito, até mesmo em manifestações políticas. André Takahashi, integrante do grupo “Armas menos letais”, lembrou na edição 438 do Brasil de Fato que no dia 17 de julho, num ato contra a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte e a aprovação do novo Código Florestal, na região da avenida Paulista, com “o simples ato de sentarmos no asfalto, essa [colocar a mão na arma] foi a primeira reação dos policiais”, relata.

      Quando Gilberto Maringoni, no artigo “Os princípios da PM Paulista”, “desconstruiu” o brasão da instituição para explicar alguns de seus significados, lançou luz na própria história da repressão aos movimentos populares em nosso país. “Há exaltação ao golpe de 1964 e a repressão a três mobilizações populares (Canudos, Revolta da Chibata, Greve de 1917)”, se referindo a algumas estrelas que compõem o brasão. “Manter um símbolo exaltando a repressão sangrenta e covarde a manifestações democráticas é um acinte à democracia”, escreveu.

      Hoje, tantos os movimentos sociais organizados quanto os pobres são os criminalizados da vez. Os elementos que invadem as mentes e os corações de nossos policiais militares e de seus comandos se atualizam. “Essa polícia foi criada pela ditadura e trabalha com a ideia de um inimigo interno. Como esse inimigo não pode mais ser mais a esquerda porque não existe mais a ex-URSS, agora são os pobres. Não é uma mentalidade de um Estado democrático de direito, e sim da ditadura, da primeira República e assim por diante”, explica Ângela Mendes de Almeida.

      Excluir
    5. Quem são despreparados são os oficiaissss

      Delegas no comando já!!!!

      Excluir
    6. Senhor "VIVA A DIDATURA!", a preparação do exército é voltada para a GUERRA e não para lidar com os cidadãos. Para os militares das FFAA o contato com a legislação vigente em nosso País é bem restrita a sistuações de interesse da soberania nacional. Por que não equipar a PM com um aparato adequado a realidade atual? Os policiais devem ter condições de responde a altura, fogo com fogo, se for contra fuzil não dá para ir de .38. Por que não dar dignidade aos policiais para motivá-los a trabalhar com mais afinco? Desculpe a sinceridade, mas vossa colocação foi infeliz e denota desconhecimento e despreparo.

      Excluir
    7. situações*... desculpe o erro de digitação.

      Excluir
  30. JUIZ FEDERAL DIZ QUE A GREVE SÓ É PROIBIDA PARA AS FORÇAS ARMADAS

    DIREITO DE GREVE, HIERARQUIA E DISCIPLINA nas Policias MILITARES DO BRASIL O fim da greve de policiais civis em São Paulo trouxe à tona a discussão sobre o direito de greve... Direito dos Policiais Militares do Brasil - Cultura e esclarecimento a todas as classes policiais do Brasil e do mundo. Notíciais diárias sobre o mundo policial.

    ResponderExcluir
  31. JUIZ FEDERAL DIZ QUE A GREVE SÓ É PROIBIDA PARA AS FORÇAS ARMADAS
    DIREITO DE GREVE, HIERARQUIA E DISCIPLINA nas Policias MILITARES DO BRASIL

    O fim da greve de policiais civis em São Paulo trouxe à tona a discussão sobre o direito de greve de servidores públicos em geral e, em particular, de policiais. O debate é oportuno. Alguns alegam que a greve de policiais militares dos estados conspira contra disposição constitucional que versa sobre a hierarquia e a disciplina.


    No entanto, quando se irrompe o movimento grevista, não há que falar em quebra da hierarquia, que se refere à estrutura organizacional graduada da corporação e que se mantém preservada mesmo nesse instante.

    A inobservância de ordens provenientes dos que detêm patentes superiores, com a paralisação, caracteriza ato de indisciplina? Recorde-se que a determinação proveniente de superior hierárquico, para ser válida, deve ser legal. Jamais, com base na hierarquia e na obediência, por exemplo, há que exigir de um soldado que mate alguém apenas por ser esse o desejo caprichoso de seu superior.

    Logo, se existem condições que afrontem a dignidade da pessoa humana no exercício da atividade policial, o ato de se colocar contra tal estado de coisas jamais poderia ser tido como de indisciplina. A busca por melhores salários e condições de trabalho não implica ato de insubordinação, mas de recomposição da dignidade que deve haver no exercício de qualquer atividade remunerada. Portanto, se situa dentro dos parâmetros constitucionais.

    ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ...

      Quanto às polícias civis e federais, não há sequer norma semelhante à anterior, até mesmo porque possuem organização diversa. No entanto, para afastar alegações de inconstitucionalidade da greve de policiais, o mais importante é que não se deve confundir polícia com Forças Armadas.

      Conforme previsão constitucional, a primeira tem como dever a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. Já as segundas, constituídas por Exército, Marinha e Aeronáutica, destinam-se à defesa da pátria e à garantia dos Poderes, da lei e da ordem.

      Às Forças Armadas, e somente a elas, é vedada expressamente a greve (artigo 142, parágrafo 3º, inciso IV, da Constituição). Ressalte-se que em nenhum instante foi feita igual referência à polícia, como se percebe dos artigos 42 e 144 do texto constitucional. A razão é simples: somente às Forças Armadas não seria dado realizar a greve, um direito fundamental social, uma vez que se encontram na defesa da soberania nacional. É de entender a limitação em um texto que lida diretamente com a soberania, como a Constituição Federal.

      O uso de armas, por si só, não transforma em semelhantes hipóteses que são distintas quanto aos seus fins. As situações não são análogas. A particularidade de ser um serviço público em que os servidores estão armados sugere que a utilização de armas no movimento implica o abuso do direito de greve, com a imposição de sanções hoje já existentes.

      Não existe diferença quanto à essencialidade em serviços públicos como saúde, educação ou segurança pública. Não se justifica o tratamento distinto a seus prestadores. Apenas há que submeter o direito de greve do policial ao saudável ato de ponderação, buscando seus limites ante outros valores constitucionais.


      Não é de admitir interpretação constitucional que crie proibição a direito fundamental não concebida por legislador constituinte. Há apenas que possibilitar o uso, para os policiais, das regras aplicáveis aos servidores públicos civis.

      No mais, deve-se buscar a imediata ratificação da convenção 151 da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que versa sobre as relações de trabalho no setor público e que abre possibilidade à negociação coletiva, permitindo sua extensão à polícia.

      Uma polícia bem equipada, com policiais devidamente remunerados e trabalhando em condições dignas não deve ser vista como exigência egoísta de grevistas. Trata-se da busca da eficiência na atuação administrativa (artigo 37 da Constituição) e da satisfação do interesse público no serviço prestado com qualidade.

      * Marcus Orione Gonçalves Correia doutor e livre-docente pela USP, professor associado do Departamento de Direito do Trabalho e da Seguridade Social e da área de concentração em direitos humanos da pós-graduação da Faculdade de Direito da USP, é juiz federal em São Paulo (SP)

      ***

      Excluir
  32. Você acredita que só existe hierarquia e disciplina na PM?
    Na Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil e Guarda Municipal também existe hierarquia e disciplina. Essas instituições são regidas pela Lei 8112 que se aplica a todos, sem exceções. No CBMDF e PMDF, bem como nas demais instituições militares estaduais, existem regulamentos arcaicos e ultrapassados que são plicados apenas aos praças. MILITARISMO APENAS SIGNIFICA SEGREGAÇÃO.

    Praça acometido por "parasitose"

    ResponderExcluir
  33. Constituição brasileira de 1988

    Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
    Art. 5º
    IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;
    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença
    Art. 220º A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
    § 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.


    Nobre espaço... cordial

    ResponderExcluir
  34. PORTARIA MINISTERIAL ASSEGURA DIREITO DE OPINIÃO AOS AGENTES DE SEGURANÇA PÚBLICA.(BLOGs)

    Art. 2º A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e o Ministério da Justiça estabelecerão mecanismos para estimular e monitorar iniciativas que visem à implementação de ações para efetivação destas diretrizes em todas as unidades federadas, respeitada a repartição de competências prevista no art. 144 da Constituição Federal de 1988.


    Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

    3) Assegurar o exercício do direito de opinião e a liberdade de expressão dos profissionais de segurança pública, especialmente por meio da Internet, blogs, sites e fóruns de discussão, à luz da Constituição Federal de 1988.


    Ótimos blogs PRAÇAS!

    FORTALEZA... AMIGOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PORTARIA INTERMINISTERIAL SEDH/MJ Nº 02 DE 15/12/2012, PUBLICADA NO DOU DE 16/12/10.

      SD CFP 2

      Excluir
  35. Extra! Extra!!!

    Clube de oficiais das forças armadas do Brasil, subornou políticos para a interpretação errônea em face da carta da ONU.

    O Ministério Público Federal enviou relatório ao Departamento de Polícia Federal para análisar o caso.

    A RECUSA DO BRASIL AO EXPRESSO NA CARTA DA ONU SOBRE O FIM DA PM PODE TER SIDO FRUTO DE SUBORNO DE OFICIAIS DAS FORÇAS ARMADAS COM COMANDANTES GERAIS DAS PMS E CBMS DO BRASIL!

    Sgt tô de oio no Senhorrrr

    ResponderExcluir
  36. Eu sabia que tinha dedo sujo de oficial nesta porra!

    Pessoal temos que no unir mais com os praças de outras entidades da federação para sabermos do que ocorre lá????

    Taratarugando total!

    ResponderExcluir
  37. Desmilitarizar as PMs, essa é a NOVA ORDEM BRASIL

    Sou policial militar, sofro por ser regido pelo RDE, que não trata o policial como cidadão, pois é negado todo o Direito Civil, trabalhista. O meu sonho é de um dia ver a desmilitarizaçao da polícia, acho até que deveria ser feita uma pesquisa entre toda as polícia militares do Brasil para consultar quem é a favor ou contra, pois tenho certeza que mais de 90% é afavor da desmilitarizaçao. Como é que o policial vai defender os direitos civis, onde nem os seus são respeitados, que motivaçao ele vai ter? Queria que Os Direitos Humanos vissem a causa da policia Militar do Brasil, pois existem homens que dao a sua vida para defender a sociedade, embora existam os truculentos.

    A sociedade é vítima de uma polícia MILITAR, que por sua vez é vitima de um sistema acaíco e desumano. Nao sei porque ainda existem políticos que defendam esse sistema de Segurança Pública, é preciso mudar, antes que seja tarde demais, pois ninguem aguenta mais.


    Por uma NOVA POLÍCIA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro,
      Existem políticos que defendem o militarismo na segurança pública, porque ganham dinheiro com isso.
      Você viu o filme tropa de elite, especialmente o 2.
      A PM é daquele jeito em qualquer lugar.
      Aqui em Brasília,por exemplo, tá na cara que o governador ganha vantagens ilícitas por parte da PM.
      Os oficiais em sua maioria são corruptos e usam do RDE para segurar uma força de jagunços do governador.
      A idéia era essa,só que....
      Os praças estão cada vez mais evoluindo socialmente e intelectualmente, só não ver quem não quer.
      Assim o fim do Militarismo está chegando.

      Por uma NOVA POLÍCIA

      Excluir
    2. A POLÍCIA MILITAR DO DF DEU UM TIRO NO PÉ COM O NÍVEL SUPERIOR PARA SOLDADO.

      AGENTE ANDERSON 12ª DP

      Excluir
  38. Porque agente Anderson? Sou desta última turma CFP 2 e acho que essa escolha foi acertada justamente por conta da evolução. Daqui a 5 anos está policia será outra. O nível superior é fundamental para a evolução. Hoje o soldado da pmdf não tem conhecimento dos seus direitos e como pleitea-los, como correr atrás. E isso é muito importante.
    Mas, desenvolva seus argumentos.
    SD NOVINHO

    ResponderExcluir
  39. Porque agente Anderson? Sou desta última turma CFP 2 e acho que essa escolha foi acertada justamente por conta da evolução. Daqui a 5 anos está policia será outra. O nível superior é fundamental para a evolução. Hoje o soldado da pmdf tem conhecimento dos seus direitos e como pleitea-los, como correr atrás. E isso é muito importante.
    Mas, desenvolva seus argumentos.
    SD NOVINHO

    ResponderExcluir
  40. SD NOVINHO,
    por isso mesmo!
    Tiro no pé.

    Os militares eram acostumados com recos do exército, agora com essa moçada nova de nível superior, não sabem o que fazer. Perderam e vão perder as rédeas da tropa.

    A pessoa mais estudada, ela tem argumentos, Questionam! Entende?!

    O Tiro no pé, quer dizer que a PM,se autoflagelou. Ou seja, vai acabar.
    Vai surgir uma desmilitarização!

    Para a Segurança Pública foi ótimo os novos soldados de nível superior.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que isso ocorra sinceramente...Mas para o bem dá sociedade, porque espero fazer parte dá civil ano que vem...
      Sd novinho

      Excluir
  41. Só o inativo Zé mané,idiota ,...vai a essas homenagens hipócritas.A maior homenagem que poderiam fazer aos inativos,era pagar-lhes um bom salário para que pudessem gozar o resto da vida dignamente. Escruvelaram o Praça velho por 30 anos,como se cavalos carroceiros fossem,e hoje vem com essa hipocrisia.Homenagem depois de humilhá-los e continuar humilhando - basta ver o salário dos PMs,e o dos inativos é um pouco menor...E o pior e que aparecerão alguns "sem dignidade e amor próprio" por lá.

    CB 9°BPM.

    ResponderExcluir
  42. 1º SGT INDIGNADO DISSE:

    Boa tarde a todos. Caros colegas venho através deste para fazer alguma colocações e considerações que estavam martelando em minha cabeça. As idéias quando vêm devem ser externadas sob pena de se perderem. Quero deixar claro que não tenho a pretensão de impor nada, mas apenas de compartilhá-las com os senhores e chamá-los para um debate, e, a depender da aceitação, colocar em prática. O texto é um pouco extenso, mas peço uma pouco de sua paciência para lê-lo.
    A mobilização de policiais e bombeiros militares do DF já entrou pra história como a maior já vista na capital federal e quem sabe do Brasil, pois já estamos a quase dez meses nessa condição. Muitas dirão que não, mas essa é a pura verdade.
    Porém, ela poderia também alcançar outra marca como a mais unida e coesa, mas nem tudo são flores.
    Então eu pergunto, por que a nossa mobilização, embora existente, ainda não conseguiu a adesão de todos das categorias?
    Uns dirão porque somos desunidos por natureza; outros que fomos traídos quando estávamos mais fortes; que existem duas polícias dentro da instituição; que água e óleo não si misturam; que aqueles que estão a frente só pensam em se candidatar e são todos um bando de politiqueiros e por aí vai.
    Talvez uns desses argumentos possam ser válidos, mas vai aí uma nova indagação: se aconteceram erros no passado, recuamos quando não devíamos, será que se darmos ênfase a esses mesmos erros e não procurarmos outras alternativas será o melhor caminho? Na minha concepção não, pois estaremos referendando e fazendo parte deles também, uma vez que não se procura outro caminho ficando inerte e maldizendo os desacertos.
    Pois bem, seguindo adiante. Tudo que fazemos na vida tem-se algum interesse e seria demagogia alguém dizer que não. Sabemos que temos em nosso meio, digo, das categorias, pessoas, declaradamente, candidatas a um cargo eletivo e isso, a meu ver, não é algo para si condenar. No entanto, no meu entendimento esses ditos candidatos deveriam, primeiramente, ao menos demonstrar que serão merecedores do nosso voto. Quero aproveitar o assunto para reafirmar a todos que não sou candidato a nada, não tenho tino político e que só estou à frente do novo movimento graças à confiança e a pedido de muitos dos senhores. Portanto, se alguém disser o contrário, por favor, desminta-o e peça para não votar em mim. Coaduno com a mesma linha do SGT ASSIS ARAÚJO. Meu interesse hoje é a valorização de nossas categorias, pois sei que atingindo nossos objetivos serei beneficiado também.
    Seguindo o que havia dito, ao analisar as muitas colocações e argumentações dos colegas nas redes sociais veio algo em minha mente. No passado foi feito um referendo através de um blog para a escolha dos propensos candidatos para 2010, mas que não funcionou e todos sabem o porquê. Não vou entrar nesse mérito.
    Continuação...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Continua...
      Diante dessa explanação me surgiu a idéia, me perdoem se ela não for nova, de estudarmos a possibilidade de se fazer um novo escrutínio eleitoral dentro da PMDF e também do CBMDF um ano antes das eleições, mas com regras pré-definidas e dentro do que a lei permite. Para isso verificar-se-ia junto ao TSE a viabilidade disso ser feito e as providências a serem tomadas. Sendo viável contratar-se-ia uma empresa idônea a parte para cuidar desses entraves jurídicos e fazer todo o pleito eleitoral. A eleição poderia ser no ginásio de esporte da PMDF, claro com a devida autorização e participação do Comandante à época. Seriam escolhidos delegados dentro das categorias para fiscalizar todo o pleito, além da empresa contratada. Com isso dar-se-ia total lisura ao escrutínio. O financiamento desse pleito ficaria a cargo das associações e quem sabe com isso viabilizaria a criação da associação única, pois aquelas que não abraçassem essa causa, certamente, os associados dariam um ultimato a elas. Voltando a falar do escrutínio, o que seria cobrado daqueles que se candidatassem? Que fosse feito um termo de compromisso registrado em cartório com todos e que se comprometeria a se retirar da disputa caso não fosse escolhido. E do contrário, o total compromisso e comprometimento dos escolhidos com as categorias sob pena de não mais representá-las. Sabemos que temos condições de eleger 04 distritais, 02 federais e até mesmo um senador. Devemos criticar sim a politicagem, mas a política faz parte de nossa vida e não podemos ficar alheios a isso. Portanto, para quem concordar que difundam essa idéia. Concordo com o fim do militarismo dentro das PM’s e BM’s, mas isso só será possível com representatividade política. Se conseguirmos implantar esse modelo de escolha aqui no DF, com certeza ele se espalhará pelos demais estados, e juntos com eles teremos forças o suficiente para emplacarmos nossas demandas. Muitos propensos candidatos vão pular de raiva, tentar desconstruir essa idéia, pois não querem abrir mão de suas pretensões, pois só pensa, individualmente,e não no bem das categorias.
      Muitos, assim como eu, estão descontentes com nossos representantes, seja do presente ou mesmo aqueles do passado. Porém, dizer que não votará em mais ninguém de sua classe é falta de maturidade política. Quem errou na escolha não foi eu ou você. Foram eles que não souberam cumprir com o que prometeram. Então que possamos escolher outros até acertar. Para aqueles que querem ser escolhidos no futuro que comecem a trabalhar agora, sem politicagem e pelo bem das categorias, pois lá mais a frente veremos quem, realmente, merecerá nossa confiança.
      Reafirmo que a minha explanação não tem o condão de impor nada. Apenas mais uma idéia das muitas que poderão surgir a partir dessa, visando o melhor para nossas categorias. Notem que procurei colocar todos os assuntos que estão em evidência como a desmilitarização, a criação de uma associação única ou união das existentes, a escolha de nossas representantes, pois fazem parte de um mesmo contexto.
      Portanto, façam suas críticas, suas considerações, mas dentro da urbanidade e respeito que devemos sempre nos tratar.
      Relembrando a todos que estão marcadas as setorizadas em várias partes do DF. Não deixem de ir, pois contamos com a participação e apoio dos senhores. Em uma reunião menor é possível expor melhor suas idéias. Faça valer seu direito de se manifestar também e cobrem daqueles que estão lhes representando. Um abraço e fiquem todos com Deus.
      1º SGT INDIGNADO
      NMU

      Excluir
  43. Esse agente Anderson se é verdade esse nome. Ele não tem o que falar em tiro no pé. Nivel superior hoje é como na epoca em eu ingressei na PMDF era os canetas era a evolução e é. Apesar de que só o curso superior não resolverá os problemas criados por ocasião da criação da corporação no entanto é uma parte do processo de ivolução natural das coisas. E a corporação nunca deixou de melhorar e esse é um processo em que os pioneiros ajudaram do seu modo a minha turma do curso 41º teve grande participação e todos nós de alguma maneira ajudaremos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu agente Anderson!

      Os canalhas dos oficiais estão se mordendo de raiva de vocês.

      Os delegados então, são chamados de delegadinhos de merda.

      Os oficiodes estão... com medinho dos delegas!!!

      Excluir
    2. O medo deles não é de hoje!

      Excluir
    3. Anônimo das 15:11
      Um Papa Charlie não pode entrar aqui?!
      Claro que meu nome é Anderson, e se não fosse,qual o problema?
      Se quiser um dia vir aqui em Taguá conferir rsssss
      Eu prefiro tomar uma cerveja rssss

      ESQUECEM O QUE EU FALEI DE TIRO NO PÉ, SE ISSO LHE TROUXE MÁGOAS, ESQUECI QUE NÃO SE PODE ELOGIAR UM MAIS NOVO NA FRENTE DO SUPERIOR, NO MILITARISMO. FOI MAL...

      VCS DEVIAM SE ORGULHAR DESSA MOÇADA NOVA DE NÍVEL SUPERIOR AI!

      SD NOVINHU,VAI TER CONCURSO ANO QUE VEM, SE PREPARA AI, ESPERAMOS MUITAS VAGAS,AS DELEGACIAS ESTÃO VAZIAS. SERÁ UMA HONRA TER MAIS UM EX-MIKE TRABALHANDO A NOSSO LADO.

      AQUELE ABRAÇO

      POR UMA POLÍCIA ÚNICA!

      Excluir
    4. Eu concordo com o Agente,
      é um tiro no pé sim. Só não ver quem não quer!
      Os canetas, como o Anônimo das 15:11 falou ajudaram sim, claro.
      Mas ter nível superior não ajuda somente na hipocrisia que os oficiais falam e tentam com sarcasmos manter os seus suditos debaixo do militarismo.
      MESMO QUE NÃO MUDE NADA COMO OS CANETAS NÃO MUDARAM, ESSES NOVINHOS DE NÍVEL SUPERIOR EM BREVE ESTARÃO EM OUTROS CARGOS EXERCENDO FUNÇÕES DE CHEFIA E COMO ESSES PMS EM ESPECIAL OFICIOIDES SEMPRE FAZEM MERDA. Vai ter muito novinho decidindo coisas importantes de superiores,aguardem!!!
      E mais, realmente não é só os novinhos,os praças em geral estão maiores em cultura e social. E a opressão em cima deles não condiz com a atual realidade.
      Observem, em menos dias o castelinho dos oficióides vai cair.

      Fim da PM já

      Excluir
  44. Por Ronaldo...

    O Washingtom Dourado (mais um sindicalista dos Ptralhas) esta passando por um xilique de fúria, com ameaças de fazer fofoquinha aos aluninhos da escola pública, após ser avisado pelos amiguinhos do PT: WILMAR LACERDA, JACI BRAGA E DENILSON BENTO que a farra com os recursos do FUNDO CONSTITUCIONAL criado para organizar, manter a segurança do DF e consequentemente pagar os salários de Pms, Pcs e Bms esta em perigo sob a ótica do quarteto.

    Tudo por culpa do pilantra josé panetone arruda ter incentivado durante seu governo manobras corruptas de desvios desses recursos em prol de inúmeras despesas que são probidas por lei.

    Em seu discurso hiprócrita o sindicalista fanfarrão diz que o sinpol esta criando um guerra entre categorias de servidores, esquecendo que o sinpol representa apenas a PCDF, enquanto os praças da PM e BM são ignorados, já que os “ puliça” como alguns sindicalistazinhos dos Ptrlhas adoram chamar recebem a metade, do que um professor com 40 horas da FEDF ganha. Aliás um praça da PM e BM trabalha em regra mais de 44 horas semanais e colocam suas vidas em risco 24 horas, diferente da situação do magistério que exerce uma atividade que nada tem haver com segurança pública.

    Por sinal, enquanto os policiais tem a obrigação de oferecer segurança a população e professores em geral, como de fato são sempre chamados a escolas e outros recintos para salvar a pele de gente como o Sr. Washingtom, ele não pode falar o mesmo, já que todo pai consciente e responsável sabe que se colocar seu filho em uma escola pública no futuro terá enorme dor de cabeça com a deformação que o pimpolho sofrerá, além do que é notório e sabido de todos nós que os próprios professores da FEDF são os primeiros a matricularem seus filhos em escolas particulares dado a fraca qualidade do ensino por desleixo dos mestres, que em média recebem 8.000,00 por 40 horas.


    ResponderExcluir
  45. No que pese o grande respeito que deferimos a todos os trabalhadores do Distrito Federal, principalmente os que operam no sistema de Segurança Pública, ainda nos sentimos afrontados quando uma entidade na condição de representante do oficialato policial militar faz comparações descabidas sobre nossa condição salarial em detrimento dos cargos e postos das duas instituições PM E PC.

    De pouco adianta atirar pedras em telhado alheio para justificar as injustiças da própria corporação militar. O problema não é quanto recebe um soldado em comparação ao que ganha um agente de polícia, e sim o abismo que existe entre os soldos de um oficial e um praça da PMDF.

    Enquanto na PCDF um agente em início de carreira ganha aproximadamente 65% do que recebe um delegado ou perito criminal, na mesma condição em tempo de serviço, um soldado não recebe sequer 30% do que aufere um coronel nas mesmas condições. Por outro lado, se há evasão de soldados na PMDF para outros segmentos, o mesmo não se dá com os oficiais, pois estes já se encontram em situação por demais confortável que justifica apenas deixar para que o tempo passe, e suas patentes alcancem os céus, independente de se fazer ou não fazer qualquer coisa para esse fim.

    Não acontece o mesmo com o valente soldado da PMDF. Esses sim, até pouco tempo, padeciam de todas as angústias para galgar a graduação de cabo, levando mais de 20 anos de serviço para alcançarem a condição de 3º Sargento. Ao inverso e na materialização dos tratamentos desiguais dentro do segmento PMDF.

    SIMPOL/DF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. será que encontramos o caminho das pedras???? sei nããããooooo!!!!!!

      Excluir
    2. Verdades que devem ser ditas....

      Excluir
  46. Sei nãããoooo!!!! mas acho que encontramos o caminho das pedras...rsrsrs

    ResponderExcluir
  47. OS PETRALHAS TENTARAM DAR UM GOLPE NA REPÚBLICA! SEU LUGAR É A CADEIA!

    Meu blog está hospedado no site da VEJA.com, como sabem. E acredito que nós devemos incentivar os petralhas a gritar, com aquela energia muito característica, que emula com os zurros: “Cadê o áudio? Cadê o áudio?”. Será que eles sabem de algo que não sei? Será que sabem tudo o que já vazou do que eles chamam “supostas” fitas e, sobretudo, o que não vazou? Essa dúvida me atormenta! Por que estão quietinhos desta vez?

    Vocês não ignoram: petralha é gente bem informada, com os quatro membros sempre plantados no chão. Acho que devemos incentivá-los a gritar: “Cadê a fita?”. Desta vez, eles estão quase mudos, tão discretos, tão ensimesmados! Eu gosto é de seu lado buliçoso, bucéfalo. Eu aprecio é aquela ignorância arrogante e foliona, aquela burrice desafiadora, de crina sempre eriçada. Admiro aquela estupidez cheia de si, ancha (uso palavras antigas e ainda estou longe dos 70 — sei que parte da imprensa se nega a ter mais de 12 anos…), jactanciosa, especiosa, presumida, empavesada.

    Mas eu entendo o silêncio dos que não são tão inocentes assim… Não sabem o que pode vir por aí, né? Estão suputando (hoje eu não estou bolinho; hoje eu não estou prafrentex…) as possibilidades. Estão numa dúvida quase existencial: “Será que a gente cobra que a VEJA divulgue as fitas ou será que a gente enfia a rabeca no saco?”.

    Pois é…

    A verdade insofismável, que não se presta a nenhuma digressão redentora ou salvadora, é uma só: a canalha que está sendo julgada no processo do mensalão tentou dar um golpe na República. O Ministério Público conseguiu identificar operações que, tudo somado, passam pouco de R$ 130 milhões. É claro que a paucidade (os dicionários mais conhecidos no Brasil só registram “pouquidade”…) contrasta com o vulto da ambição da canalha. Valério confessa: só o que ele conhece soma R$ 350 milhões. E notem que seu esquema não lidava com empreiteiras, por exemplo… Imaginem quantos estão suando um tantinho frio a esta altura, né?, fazendo caramunha… Vai que alguém decida se apropinquar pra valer desse negócio… Eu estou estranho: depois que a Folha decidiu que “prafrentex” é uma palavra anciã, vocábulos em desuso começaram a me assaltar.

    O que a reportagem da VEJA traz nesta semana — peçam a fita, petralhas! — é mais um capítulo da história do verdadeiro golpe que aquela gente encetou. Não conseguiu concluir a sua obra porque, em razão do jornalismo diligente, o esquema acabou desmoronando. O fato é que Lula tentou o chavismo por outros meios. Se o Beiçola de Caracas não entende outra linguagem que não a da intimidação e da violência de caráter militar e paramilitar, os nossos autoritários, na sua condição de fatalistas cínicos, estavam — e estão — convencidos de que todos têm um preço. Os petralhas tentaram comprar o que Chávez conseguiu roubando. Aquele é um ladrão de instituições; os petralhas são mercadores da ordem legal. Achavam e acham que ela pode ser comprada e vendida.

    Eles, sim, eram e são golpistas convictos. Afinal, isso tudo a que se chamou “mensalão” era nada menos do que uma estratégia de conquista do estado e de dominação do processo político. No gozo pleno de sua efetivação, o golpe tornaria irrelevantes as eleições. Elas seriam apenas a mímica da democracia a dar aparência aceitável a uma ditadura do suposto consenso, forjado com o dinheiro público. No comando, diz Valério a seus interlocutores (peçam a fita, petralhas!), estava ninguém menos do que Luiz Inácio Apedeuta da Silva. José Dirceu era seu Leporello. Como tal, tinha ciência e domínio de todas as artimanhas do Dom Giovanni de São Bernardo, ávido para papar as instituições.

    Alguns dos golpistas já foram condenados e têm reservado seu lugar na cadeia. O Supremo continua a julgar os outros.

    Por Reinaldo Azevedo

    ResponderExcluir
  48. O Supremo vai mostrar que o Brasil não é mais um país do faz de conta.

    Matérias muito bem feitas e que estão chegando de forma positiva em cada Cidadão.
    Depois dessa bandalheira toda, o brasileiro não parou para refletir o número de novos crimes que surgiram e temos que ter o cuidado para não termos que conviver com um outro mais grave ainda, que é o terrorismo.

    Cadê a polícia?

    ResponderExcluir
  49. 'Companheiros'... é muita demagogia. Os petralhas vão ás favelas e fazem média…….Esquecem que com os 350 milhões do mensalão tiraram muito leite de crianças pobres. Esses desgraçados mereciam ser fuzilados em praça pública e não somente presos, principalmente o “sapo barbudo”, o “Zé” Dirceu e o “Cuequino”. O Brasil não mereceu essa “traição” e pensar que a Dilma está lá comk o mesmo dinheiro “dá arrepios”. Imaginem que o filho do “barbudo” dava pipoca aos macacos no Zoolígico há pouco tempo e agora tem várias empresas e uma fazenda avaliada em 52 milhões de reais!!!!!! Que menino genial!!!! De qual cueca veio o dinheiro? Foi do Valério, do Zé, do Genô…….

    É UMA PIADA DESGRAÇADAMENTE DESGRAÇADA.

    PT NUNCA MAIS!

    ResponderExcluir
  50. Gostaria de saber como denunciar ao mundo a situação atual do Brasil em relação à sua imprensa, em grande parte atuando como um instrumento ideológico e partidário DO PARTIDO E DO governo brasileiro.

    O país está vivendo um momento de falsa democracia e não dispõe de uma imprensa verdadeiramente livre, mas uma mídia como um meio eficaz de comunicação oficial, distorcendo, ou interpretando os fatos de acordo com o desejo do governo e do partido oficial ou partidos oficiais.

    É uma vergonha e uma tragédia para a nação, vivemos uma situação típica de regimes totalitários.


    abraços.

    ResponderExcluir
  51. O mascote da copa deveria chamar-se Tatu do bem.

    Brasil !!! País do futebol, da corrupção e da insegurança !!!

    ResponderExcluir
  52. "Se ordenares teus comandados eles te obedecerão, se tratá-los como irmãos eles irão à guerra contigo, porém se tratá-los como filhos, eles morrerão por ti" (Sun Tzu)

    ResponderExcluir
  53. Senador de Rondônia defende chicotear presos.

    O senador Reditário Cassol (PP-RO) defende o uso de chicotes em presídios para corrigir os presos que não queiram trabalhar. Em discurso, ele criticou o tratamento dado aos condenados e o auxílio-reclusão oferecido aos familiares dos presos.

    - [Temos que] modificar um pouco a lei aqui no nosso Brasil, que venha favorecer sim as famílias honestas, as famílias que trabalham, que lutam, que pagam imposto para manter o Brasil de pé e não criar facilidade para pilantra, vagabundo, sem-vergonha, que devia estar atrás da grade de noite e de dia trabalhar. E quando não trabalhasse de acordo, o chicote, que nem antigamente, [deveria] voltar.

    Entre outras medidas, o senador propõe aumento dos prazos para progressão de regime, fim das saídas temporárias para condenados por crimes hediondos e a extinção do auxílio-reclusão.

    De acordo com Cassol, não se pode premiar as famílias dos criminosos e deixar as famílias de vítimas sem proteção financeira. Ele informou que o auxílio-reclusão é, hoje, de R$ 863, e o gasto da União com o benefício ultrapassa R$ 200 milhões. O valor é pago a dependentes de presos que sejam segurados da Previdência Social.

    - É um absurdo que a família de um pai morto pelo bandido, por exemplo, fique desamparada, enquanto a família do preso que cometeu o crime receba o auxílio previdenciário de R$ 863,60.

    Segundo o senador, a pessoa condenada por crime grave deve sustentar a família com trabalho na prisão.

    CHICOTE NOS PETRALHAS!

    ResponderExcluir
  54. Ou pessoal eu gostaria de ter participado desta homenagem do 01,para demostrar a minha indignação com a situação que nós da RR estamos passando,mas eu não tenho dinheiro para colocar gasolina em meu FIAT 147.ASS;PAI DO TIÃO CARROCEIRO.

    ResponderExcluir
  55. Os delegados irão dar ordens aos oficiais? É isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais do que isso meu caro.
      Eles vão chefiar o policiamento ostensivo, na nova polícia, civil, com ciclo completo.
      Eles estão querendo colocar os oficiais como uma espécie de assistente administrativo.
      Os praças como agentes de polícia ostensiva, ou patrulheiros.

      Excluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa ser interpretado como crime militar ou comum. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial