Imagens da semana. Será que todos esses países estão errados?? - BLOG DO HALK

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Imagens da semana. Será que todos esses países estão errados??



SÓ NÃO PODEMOS MAIS FICAR SOB O JULGO DO SISTEMA "LIMITARISTA"

12 comentários:

  1. ASSEMBLEIA DIA 06 DE JUNHO AS 09:00 HS NO ESTADIO NACIONAL COM PACIATA. TODOS JUNTOS SOMOS FORTES. DIZ AI QUEM VAI, EU JA ESTOU INDO.......

    ResponderExcluir
  2. EU VOU!!!!!! VOCÊ TEM QUE IR! VAMOS LÁ GALERA ESSE DIA PODERÁ MUDAR MUITAS COISAS NA BRIOSA CONTO COM SUA PARTICIPAÇÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. VOCÊS TEIMAM EM IR PARA O BURITI, QUE MERD , VAMOS BATER NA PORTA DE QUEM TEM O PODER. NA PORTA DO PALÁCIO DO PLANALTO E NA CASA DO POVO, CONGRESSO NACIONAL. POLICIAL INTELIGENTE SABE ONDE PEDIR. O gdf MERECE . PT NUNCA MAIS, NÃO COMPENSA

    ResponderExcluir
  4. Srs. Não esperem alguma coisa do Governo, pois o nosso querido e votado Agnelo irá depor na CPI e ele está preocupado apenas com isso... É notório que a saúde anda um caos e sabemos que o Dr. acima é médico e nada faz para melhorar. Estão morrendo pessoas e faltam UTIs, vocês acham mesmo que irão NOS DAR AUMENTO DE SALÁRIO. Inativo diz: MARIONETES... posto aqui porque a aprovação não condiz com a fala... aqui publica. OBRIGADO!

    ResponderExcluir
  5. Não deixemos perder mais essa mobilização nem por qualquer noticia de projetos enviados, ameaças de toda ordem nem mesmo de possível prontidão nos privem de
    de ir a caminhada. Procuremos nos organizar quanto a logística: ônibus saindo
    das cidades satélites, colocar parentes com boa oratória para deliberar no car-
    ro de som. SEMPRE MOBILIZADOS ATÉ A VITÓRIA.

    ResponderExcluir
  6. Vamos fazer uma ASSEMBLEIA NA PRAÇA DO RELÓGIO JÁ!!!!
    Ja que o militarismo voltou na PMDF, vamos votar pela OPERAÇÃO 100% MILITAR e 0% POLICIAL, ou seja vamos andar com a farda tinindo, coturno brilhando e em contra partida sera ABORDAGEM ZERO, NOTIFICAÇÃO ZERO,etc

    Vamos fazer uma ASSEMBLEIA NA PRAÇA DO RELÓGIO JÁ!!!!
    Ja que o militarismo voltou na PMDF, vamos votar pela OPERAÇÃO 100% MILITAR e 0% POLICIAL, ou seja vamos andar com a farda tinindo, coturno brilhando e em contra partida sera ABORDAGEM ZERO, NOTIFICAÇÃO ZERO,etc

    Vamos fazer uma ASSEMBLEIA NA PRAÇA DO RELÓGIO JÁ!!!!
    Ja que o militarismo voltou na PMDF, vamos votar pela OPERAÇÃO 100% MILITAR e 0% POLICIAL, ou seja vamos andar com a farda tinindo, coturno brilhando e em contra partida sera ABORDAGEM ZERO, NOTIFICAÇÃO ZERO,etc

    Vamos fazer uma ASSEMBLEIA NA PRAÇA DO RELÓGIO JÁ!!!!
    Ja que o militarismo voltou na PMDF, vamos votar pela OPERAÇÃO 100% MILITAR e 0% POLICIAL, ou seja vamos andar com a farda tinindo, coturno brilhando e em contra partida sera ABORDAGEM ZERO, NOTIFICAÇÃO ZERO,etc

    Vamos fazer uma ASSEMBLEIA NA PRAÇA DO RELÓGIO JÁ!!!!
    Ja que o militarismo voltou na PMDF, vamos votar pela OPERAÇÃO 100% MILITAR e 0% POLICIAL, ou seja vamos andar com a farda tinindo, coturno brilhando e em contra partida sera ABORDAGEM ZERO, NOTIFICAÇÃO ZERO,etc

    Vamos fazer uma ASSEMBLEIA NA PRAÇA DO RELÓGIO JÁ!!!!
    Ja que o militarismo voltou na PMDF, vamos votar pela OPERAÇÃO 100% MILITAR e 0% POLICIAL, ou seja vamos andar com a farda tinindo, coturno brilhando e em contra partida sera ABORDAGEM ZERO, NOTIFICAÇÃO ZERO,etc

    Vamos fazer uma ASSEMBLEIA NA PRAÇA DO RELÓGIO JÁ!!!!
    Ja que o militarismo voltou na PMDF, vamos votar pela OPERAÇÃO 100% MILITAR e 0% POLICIAL, ou seja vamos andar com a farda tinindo, coturno brilhando e em contra partida sera ABORDAGEM ZERO, NOTIFICAÇÃO ZERO,etc

    ResponderExcluir
  7. Por que o Brasil tem duas polícias?

    polícia militar

    No Brasil, diferentemente de vários países do mundo, são duas as polícias, a civil e a militar, e cada uma tem uma função.
    A civil é chamada de polícia judiciária e a ela compete fazer a investigação depois que os crimes aconteceram. Os delegados e investigadores (agentes) não usam uniformes. Os delegados são os responsáveis pelo “inquérito policial”, que é a investigação de um crime. Eles têm que ouvir testemunhas, conseguir provas e chegar ao autor do delito. Aí o inquérito é mandado para o Ministério Público e para a Justiça.

    À Polícia Militar cabe o papel de polícia preventiva, encarregada do policiamento ostensivo, com integrantes uniformizados que circulam pelas ruas para tentar evitar que os crimes aconteçam. Ambas servem e são subordinadas aos governos estaduais e têm chefias e comandos diferentes.

    As polícias civil e militar estão separadas há muitos anos
    A Polícia Civil já existia nas antigas “províncias” e fazia o trabalho local de investigação, enquanto cabia ao Exército o trabalho de repressão. No início do século 20, depois da a instauração da República, as províncias se constituíram em Estados autônomos e logo os governadores destes Estados passaram a constituir pequenos exércitos estaduais, as chamadas “Forças Públicas” ou as “Brigadas”, que depois se transformaram na Polícia Militar. Eles usavam uniformes para se diferenciar da Polícia Civil, que desde seu início trabalhava com roupas comuns.

    Assim, com a criação de seus próprios mini-exércitos os Estados criaram uma segunda polícia no país, e passamos a ter duas polícias, como é até hoje.

    Muitos criticam a existência destas duas polícias ou por ser um modelo antigo e ultrapassado de segurança pública ou por gastos excessivos, já que tendo duas policiais, tudo é em dobro: o número de pessoas, o número de imóveis, o número de viaturas...

    Aqui cada polícia segue sua carreira distintamente, em academias diferentes, com treinamento diferente. Não há uma “sintonia” entre elas. Ao contrário, ambas criticam a atuação uma da outra.

    Não há uma integração: se um policial civil quiser ser militar ele não pode simplesmente ser transferido. Vai ter que começar tudo de novo: fazer concurso, fazer curso. Vice-versa também é verdadeiro: um PM não pode virar policial civil por simples transferência.

    Nos Estados Unidos, para se ter idéia, a polícia tem como chefe oficial o prefeito e não o governador, como é no Brasil. Também tem os policiais de rua e os dos distritos, mas a polícia é uma só. Os policiais que trabalham nas ruas usam uniformes e nos distritos trabalham à paisana. Mas o policial de rua, após um ano de trabalho, pode prestar concurso e passar para a área investigativa, ocupando cargos de agentes ou delegados. É uma polícia só, com “diferentes” carreiras. Outra diferença entre a policia americana e a brasileira: aqui um soldado da PM de São Paulo, por exemplo, começa a carreira ganhando R$ 1.500, lá, o policial começa ganhando US$ 2.500.

    No Canadá todos os policiais são de caráter civil e os que trabalham nas ruas usam uniformes para que sejam identificados mais rapidamente pela população. Os que trabalham nos postos policiais trabalham à paisana durante as investigações. Lá a polícia não é judiciária, ou seja, não cabe a ela a instalação de inquéritos policiais. Os crimes são sempre apurados pela promotoria.

    Já aconteceram aqui no Brasil algumas tentativas de unificar as polícias, mas só ficaram no papel. Há resistências de ambas as polícias, que preferem continuar como estão. A civil reluta na mudança porque ela também prevê que fique para o Ministério Público a competência da investigação. A militar teme que, a exemplo do que acontece na Franca, Itália e Portugal, por exemplo, a unificação resulte no fim dos tribunais e auditorias militares, que hoje permitem aos policiais militares do Brasil, em caso de prática de crimes, serem julgados por estes tribunais e não pela justiça comum.

    sd 1.01

    ResponderExcluir
  8. Só no Brasil que policial burocrata, que não enfrenta o crime, que fica atrás de uma mesa dando ordens,ganha gratificações exorbitantes e ainda dispõem de viaturas do estado para deixarem os filhos no colégio. Enquanto quem trabalha na rua, vive de promessas e migalhas oferecidas por um governo sem compromisso com os profissionais e com a sociedade.Tem oficial superior fazendo curso em Fortaleza custeado pelo estado; isso é uma vergonha senhores, é um dinheiro jogado fora. Portanto;infelizmente, há policiais que trabalham em prol desses burocratas, alimentando esses ociosos, dando ibope a essa imprensa sensacionalista, demagoga. Precisamos de conscientização, vamos fiscalizar esses abusos, vamos mostrar à sociedade o que realmente acontece em nossa corporação.

    ResponderExcluir
  9. Militar no Brasil vive de ilusões, inclusive oficiais, fazem formaturas sem nenhum propósito... Como essas que acontecem na SSP mensalmente.

    ResponderExcluir
  10. Provavelmente pode ser que no próximo século acabe a Polícia Militar.

    ResponderExcluir
  11. Sou militar a 12 anos...

    O Estado "políticos" não estão nem aí pra gente!

    Esse é o problema. Temos que nos politizar mais ainda. Infelizmente este Brasil é ruim com teus filhos militares.

    A Constituição garante um monte de direitos aos seus cidadãos. Não somos atingidos em vários deles. Esse "limitarismo" é bom somente para os oficiais. Nós praças é que somos a massa, então o caminho é a vontade política! Vamos nos politizar e nos organizar e cada vez colocar mais e mais militares "praças" no poder até o dia que conseguirmos desmilitarizar estas corporações.

    Atenção: o militarismo só convém aos oficiais. Estão vamos acabar com este privilégio...

    ResponderExcluir
  12. COM FÉ IREI VER A ESTRUTURA MILITAR DAS POLICIAS NO BRASIL RUIR DE VEZ E SE TER UMA NOVA FORMA DE FAZERMOS SEGURANÇA PÚBLICA COM VALORIZAÇÃO SALARIAL E HUMANA ENTRE SEUS INTEGRANTES!

    FIM DO MILITARISMO JÁ NAS FORÇAS POLICIAIS!

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa ser interpretado como crime militar ou comum. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial